Traição em Itararé? — Diário, revolução de 1932

19 07 2008

Tropas na estação de Itararé, 1932. Foto: Marcello Talamo

 

Segunda, 19 de julho de 1932

 

 

As tropas paulistas fazem a sua retirada de Itararé, dizem que, por traição de elementos do Gal. Miguel Costa, daquela cidade.  Fala-se que na retirada, estabeleceram-se as tropas paulistas nas imediações da estação de Eng°  Maia.

 

 

Transcrição do Diário de Gessner Pompílio Pompêo de Barros (MT 1896 – RJ 1960), Itapetininga, SP,  página 129, em referência à Revolução Constitucionalista de 1932.

 

 








%d blogueiros gostam disto: