Prisões e chamadas à polícia, à granel. Revolução 1932

23 08 2008

Na capital, mulheres paulistas continum seu apoio.

          Na capital, mulheres paulistas continuam o seu apoio.

18 de agosto de 1932

 

Calmaria na frente de combate.  Prisões e chamadas à polícia, à granel.  Parece haver um verdadeiro exército de espionagem.  Qualquer palavrinha, qualquer pequeno deslize é tido como suspeição.

 

♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦

 

Relação dos presos na cidade do Rio de Janeiro, na Revoluçao de 1932

Relação dos presos na cidade do Rio de Janeiro, na Revoluçao de 1932

 

19 de agosto de 1932

 

Calmaria.  Frio.  Nuvens densas no céu não são favoráveis aos combatentes do ar.   Aviões não nos visitaram.  Cidade algo desguarnecida de forças.  Boatos poucos.

 

 

♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦

 

 

A Ditadura recua em Itararé e em Cunha, 1-8-1932

A Ditadura recua em Itararé e em Cunha, 1-8-1932

 

 

 

Transcrição do Diário de Gessner Pompílio Pompêo de Barros (MT 1896 – RJ 1960), Itapetininga, SP, página 137- 138, em referência à Revolução Constitucionalista de 1932.

 


Ações

Information

2 responses

29 10 2009
bernardo

nao entendi nada disso.

29 10 2009
peregrinacultural

O que exatamente você não entendeu?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: