Pessoas vieram de Capão Bonito, espavoridas. Rev. ’32

2 09 2008

Trincheira de Santos 1932

Trincheira de Santos 1932

 

1° de setembro de 1932

 

 

Nos dias 28, 29, 30 e 31 nada houve de extraordinário quanto ao movimento de São Paulo.  Houve ontem à noite ligeiro movimento de pessoas que vieram de Capão Bonito, espavoridas.  A cidade, ao que parece, foi evacuada pelos civis e consta que o será hoje também pelas tropas paulistas que vão recuar para o rio das Almas.

 

 

♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦

Certificado de doação voluntária de metal precioso para a luta!

Certificado de doação voluntária de metal precioso para a luta!

 

2 de setembro de 1932

 

Nada de extraordinário se registrou quanto à revolução.

 

 

♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦

 

pesando as doações para os fundos paulistas.

Pesando as doações para totalizar os fundos para a guerra.

Transcrição do Diário de Gessner Pompílio Pompêo de Barros (MT 1896 – RJ 1960), Itapetininga, SP, página 140, em referência à Revolução Constitucionalista de 1932.

 

 

Ponte destruida pelas tropas paulistas no Rio Paraiba, 19-9-1932.

Ponte destruída pelas tropas paulistas no Rio Paraíba, 19-9-1932.





Mais um poema de Brant Horta na semana da pátria.

2 09 2008
Ilustração, Mauricio Sousa

Ilustração, Maurício de Sousa

Sê brasileiro

                                                            Brant Horta

 

Se perguntarem, filho, onde

É a terra do teu amor,

Cheio de orgulho, responde:

— Sou brasileiro, senhor.

 

Não digas  — Sou sergipano,

Sou paulista ou sou mineiro,

Pois serás mais soberano,

Dizendo:  — Sou brasileiro!

 

Mais que paulistas, mineiros,

Devemos fazer questão

De ser todos brasileiros

De nascença e coração.

 

Pois não tem entre os Estados

Nem segundos nem primeiros;

São eles férteis legados

De todos nós, brasileiros!

 

 

 

Do livro:  Brasil, minha pátria, — literatura infantil e matérias escolares — 3º livro,  Theobaldo Miranda Santos, Rio de Janeiro, Agir: 1954. 

 

 

Francisco Eugênio Brant Horta ( Juiz de Fora, MG 1876 – Rio de Janeiro, RJ 1959) —  Poeta, tradutor, trovador, teatrólogo, jornalista, professor, músico, membro fundador da Academia Mineira de Letras.

Pseudônimos:

1) Brant Horta 

2) Bisneto Fonce

 

Obras:

 

As duas Teles, Teatro 1934  

Harpa Eólia, Poesia 1912  

Lirae Carmen, Poesia 1905  

Via Lucis, Poesia 1937  

Minha primeira história do Brasil, 1950

 





EUA: economia fraca, bibliotecas públicas em alta.

2 09 2008

 

Hoje o Jornal O GLOBO, publicou na sua coluna Negócios e Cia, editado por Flávia Oliveira,

Biblioteca Municipal, Ilustração Walt Disney.

Biblioteca Municipal, Ilustração Walt Disney.

que as bibliotecas nos EUA estão com grande movimento desde que a economia do país

começou a enfraquecer.   Na verdade, desde o início de 2008 que o uso de bibliotecas públicas nos EUA tem aumentado sistematicamente.  Em Massachusetts, não são só as bibliotecas apresentam maior movimentação.  Há também um maior número de pessoas freqüentando museus.  Programas para crianças em museus e bibliotecas tem tido participação contínua e o uso da internet — que nas bibliotecas públicas americanas é gratuito e de acesso rápido, sendo cada pessoa limitada de 30 minutos a 60 minutos, dependendo do local – está batendo recordes.   

 

 

 

De acordo com Terry Date, jornalista do Eagle Tribune  que entrevistou Eleanor Strang,  diretora da Kelley Library da cidade de Salem, uma cidade com 42.000 pessoas, disse que um dos primeiros sinais de que a economia está fazendo as pessoas cortarem gastos em geral é visto no maior movimento nas bibliotecas públicas.   Até mesmo quem está à procura de trabalho vai à biblioteca para procurar pela internet e colocar seu currículo nas mãos de possíveis empregadores.  Isto porque em geral, desemprego significa corte no serviço rápido da internet.  Assim todos procuram fazer uso do mesmo serviço nas bibliotecas públicas.    Na Kelley Library em Salem, há nove computadores permanentemente ligados com acesso rápido.  O número de usuários subiu mais de 10% no ano.  De 6.341 para 7.041 usuários.  Ou seja, quase 15% da população urbana.

 

O empréstimo de livros e de CDs aumentou 11% em 2007 de 9.618 para 10.642.  Enquanto que o empréstimo de livros através de outras bibliotecas [inter-library loan] subiu mais de 24%.   Crianças visitando a biblioteca para ouvirem contadores de histórias aumentou em 15% e os passes para museus aumentaram em 2% em 2007.

Com o aumento de usuários,  as bibliotecas municipais nos EUA já movimentam seus pedidos aos diretores para aumento também nos gastos com acervo e computadores.   Em Derry, New Hampshire, população: 22.500 pessoas, já houve um aumentou significativo na sua freqüência na bibliboteca municipal e seu Diretor Assistente, Jack Robillard,  providenciou pedido ao comitê municipal da diretoria que aumentassem a capacidade de computadores, para ajudar a quem procura por emprego.  

A história de aumento do uso das bibliotecas públicas americanas atravessa cidades grandes e pequenas e tem aumentado o numero de empregos para bibliotecários, através do país.   A biblioteca pública de Mobile, Alabama, ao sul dos EUA, está agora com uma circulação de 1.800.000 (isso mesmo um milhão e oitocentos mil ) livros, deixando para trás seus tradicionais, 1.200.000 livros emprestados ao ano.  

Na Califórnia, a biblioteca Central de Pasadena, (população 150.000) que em geral tem uma visita mensal de 55.000 pessoas,  só este ano já registrou mais de 60.000 consultas por mês.

 

NOTA

Aqui fica o exemplo e o desafio aos nossos governos municipais.  Principalmente agora, há meses das eleições.  Qual é o plano que o seu vereador, que o seu prefeito, que o seu governador tem para a leitura e o uso das bibliotecas públicas.  Não vote em quem não faz. 








%d blogueiros gostam disto: