Hora de lembrar porque … nesta semana da pátria.

6 09 2008
Bandeira do Brasil de Virginia Roballo.

Bandeira do Brasil de Virginia Roballo.

Neste fim de semana enquanto comemoramos o Dia da Independência do Brasil, vale lembrar as muitas razões porque gostamos desta terra em que vivemos.  Lembrei-me hoje de uma letra espetacular de Assis Valente, (BA 1911 – RJ 1958) que indica algumas das muitas razões de se gostar de ser brasileiro. Aliás Assis Valente está na minha opinião entre os grandes, GRANDES, sambistas brasileiros.

 

Um bom 7 de setembro para todos!

 

Recenseamento

Assis Valente  

 

Em 1940
lá no morro começaram o recenseamento
E o agente recenseador
esmiuçou a minha vida
que foi um horror
E quando viu a minha mão sem aliança
encarou para a criança
que no chão dormia
E perguntou se meu moreno era decente
se era do batente ou se era da folia
 
Obediente como a tudo que é da lei
fiquei logo sossegada e falei então:
O meu moreno é brasileiro, é fuzileiro,
é o que sai com a bandeira do seu batalhão!
A nossa casa não tem nada de grandeza
nós vivemos na fartura sem dever tostão
Tem um pandeiro, um cavaquinho, um tamborim
um reco-reco, uma cuíca e um violão
 

 
 
 

 


Fiquei pensando e comecei a descrever
tudo, tudo de valor
que meu Brasil me deu
Um céu azul, um Pão de Açúcar sem farelo
um pano verde e amarelo
Tudo isso é meu!
Tem feriado que pra mim vale fortuna
a Retirada da Laguna vale um cabedal!
Tem Pernambuco, tem São Paulo, tem Bahia
um conjunto de harmonia que não tem rival
Tem Pernambuco, tem São Paulo, tem Bahia
um conjunto de harmonia que não tem rival

 

NOTA:  pelos últimos dados, IBGE, 2 minutos antes desta postagem somos no Brasil:

 187.625.817 habitantes.

 

—-





Canto Nativo, de Jaime d’ Altavila, poesia para a 3a série, na semana da pátria.

6 09 2008

 

Paisagem, por Aldemir Martins (-2006), AST.

Paisagem, por Aldemir Martins (CE 1922- SP 2006), AST.

 

CANTO NATIVO

 

Jaime d’ Altavila

 

 

Quando eu morrer,

você rasgue um pedaço deste céu

            E faça dele a minha mortalha.

Quando eu morrer,

            você cave um torrão de terra virgem

            E faça dele o meu travesseiro.

Quando eu morrer,

            você arranque o Cruzeiro do Sul

            E faça das estrelas meus círios.

 

……………………………………………………………………..

 

Quando eu morrer,

            você  corte um ramo de pitangueiras

            E cruze, sobre ele, as minhas mãos.

Quando eu morrer,

            você plante sobre a minha sepultura

            uma palmeira de ouricuri.

………………………………………………………………………

 

Quando eu morrer,

            você diga aos que perguntarem por mim

            Que eu morri como nasci:

                        Brasileiro,

                        Brasileiro,

                        Brasileiro.

 

Jaime d’Altavila,  pseudônimo de Anfilófio Melo (AL 1895-1970), formado em Direito,  novelista, cronista, poeta, ensaísta, historiador.  Fundador da Academia Alagoana de Letras.

 

Obras:

 

A Terra Será de Todos  1983  

Canto Nativo  1949  

Estudos de literatura brasileira  1937  

Gênese da literatura alagoana  1922  

Lógica de um Burro  1924  

Luango  1945  

Mil e Duas Noites  1931  

O Tesouro Holandês de Porto Calvo  1961  

Poesias de J. A.  1995

Encontrado em: Vamos Estudar?  Theobaldo Miranda Santos, 3a série primária, Rio de Janeiro, Agir: 1961.





À espera dos acontecimentos no Rio Grande, Rev. 1932

6 09 2008

Agitações politicas no Rio Grande do Sul.
Agitações políticas no Rio Grande do Sul.

 

6 de setembro de 1932

 

 

A cidade esteve calma.  Nota-se porem que todos anseiam pela revolução do Rio Grande.  As vistas de todos se voltam para lá, na esperança de um auxílio indireto do povo gaúcho, o qual, conforme notícias de jornais, está se revoltando, a lado de São Paulo.  

 

 

♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦

 

 

Transcrição do Diário de Gessner Pompílio Pompêo de Barros (MT 1896 – RJ 1960), Itapetininga, SP, página 142 em referência à Revolução Constitucionalista de 1932.

 

As crianças se agitam em toda parte do estado.

As crianças se agitam em toda parte do estado.








%d blogueiros gostam disto: