Casa amarela, poesia de Marília Fairbanks Maciel para crianças

30 10 2008

Ilustração de Lívia

Casa Amarela

 

Em dias distantes,

Alegres, ruidosos,

Vivi nessa casa

Tão belos instantes!

Oh! Lembro-me bem

Da casa amarela,

Bem longa e comprida,

Em forma de trem.

E a gente, criança,

Correndo e gritando.

Um mundo de sonhos

Ficou na lembrança…

O som das risadas,

Dos choros também.

As flores colhidas,

Em fartas braçadas,

Deixaram perfumes

Gravados em mim.

Guardei borboletas,

Guardei vagalumes:

Lembranças queridas

Que eu trouxe de lá.

— Retalhos de sonhos,

Pedaços de vidas!

 

Mamãe nos chamando,

Com voz muito aflita.

As suas palavras

Estou escutando:

—  “Olá, criançada,

É hora da missa!”

— “É hora da escola!”

E a gente apressada,

Saía correndo,

Ouvindo o barulho

Do bonde que vinha

Nos trilhos, gemendo.

 

E agora, a saudade,

Em forma de um eco,

Vem, massa e distante,

Contar-me a verdade:

A casa amarela

Mudou de cor.

Perdeu seu encanto,

Não é mais aquela!

Mas dentro de mim,

A minha saudade

Em tom de balada

Cantando ficou:

— “A benção, mamãe!

A benção, papai

É tarde  eu já vou!”

Ai doce saudade

Da casa amarela!

Adeus, criançada!

É tarde… eu já vou!…

 

 

Marília Mendes Fairbanks Maciel ( Matão, SP 1924 – 2012), poeta, romancista, contista e artista plástica.

 

Obras:

 

Oferenda, 1962 – poesia

Momento sem tempo, 1970 — poesia

Tempo de saudade, 1971 — poesia

Janela Acesa, 1972, — poesia

O que o conto não conta, 1975 — contos

A semente, 1977 — romance

 

 


Ações

Information

22 responses

21 04 2010
Cleonilda Fatima dos Santos

Tenho um livro autografado de Marilia Fairbanks Maciel,
dedicado a Minha Mãe : Rosa de Mello Santos
que foi empregada dela em 1970/1971.
Leio sempre que posso, são lindas as poesias e realmente
parece que estou la, vivenciando aquele Momento.
o Nome do livro é: Tempo de Saudades
Foi publicado pela Editora Cupolo Ltda.
Gostaria de encontrar mais livros assim.

fatima Santos.

24 05 2010
Franciane

Olá Fátima,

Admiro e amo a Marília.
Sou Pintora, e Marília Fairbanks é a minha mestra.
Comecei a pintar a óleo em 1999, e continuo até hoje e sempre.
Anotei o nome do livro que faloi.. 🙂

..também gostaria muuito de encontrar mais livros assim..

Vou procurar!
atenciosamente, Franciane Borges

24 05 2010
Franciane

EU AMO A MESTRA MARÍLIA FAIRBANKS ! ! !

5 08 2010
Adriana

Conheci Marília em sua vitrinie de pintura, me encantou, ensinou algumas pinceladas a meu marido e em uma de nossas visitas nos presenteou com um livro…o conto não conta que apesar de ter escrito em um momento muito triste de sua vida, é maravilhoso!

é um prazer ter tido contacto com essa pessoa tão culta e ilustre!

5 08 2010
peregrinacultural

Adriana, eu não a conheci, mas pelos seis poemas acredito que ela deva ter sido uma pessoa maravilhosa mesmo. Obrigada pelo comentário e pela visita ao meu blog. Ladyce

22 08 2010
Maria Aparecida P Genova

Todos oa comentários acima são maravilhosos, pois Marilia Fairbanks, alem de pintora, escritora e artista plastica foi e continuiará sendo uma pessoa impar, excelente artista, mãe plena, amiga inigualavel. Um dos maiores presentes que recebi foi a sua amizade.
Maria Aparecida

30 09 2010
vic e duda

olá marilha gostei de suas poesias principaumente das de amor a da casa amarela tambem e legal bjs…assi vic e duda te amamos

24 12 2010
Gracia Balfour

Ola, Conheco muito bem a Marilia, ela era minha professora de pintura e uma amiga queridissima. A gente perdeu contato… se alguem souber dela por favor me mande um email porfavor!!!
Gracia

19 03 2011
vania

GOSTARIA DE TER NOTICIAS DE MARILIA. AONDE ESTA VIVENDO, E COMO ESTA. SE TEM NOVAS OBRAS.

8 01 2012
Daniel

Minha Vó Marília faleceu hoje.. por favor rezem por ela !

8 01 2012
peregrinacultural

Daniel, é uma grande perda, para vocês da família e para todos os brasileiros a quem ela tocou com suas belas poesias, sentimentos e pensamentos. Sentimos todos. Obrigada pelo aviso e por favor comunique a nossa tristeza aos outros membros da família. Um abraço,

9 05 2012
Marina

Fiquei muito triste com essa notícia! Eu morei no mesmo prédio que a Marília, no ano de 1991. Eu era uma criança, mas adorava ouvir suas poesias e ensinamentos. Uma pessoa incrível era ela. Tenho um quadro que ele me deu no meu aniversário de 12 anos! Guardo com muito carinho! Marília é inesquecível!!!

8 09 2012
Regina Celi de OLiveira

Conheci Marília em 1992, ano do meu casamento e ela pintou 2 lindos quadros a pedido do meu noivo pra a casa nova. Depois de 7 anos o casamento se foi e na separação ele fez questão absoluta dos quadros que hoje estão na casa dos seus pais, e lá permanecem lindos como era a Marília. Ocasionalmente com vou lá sempre dou uma admirada.

9 09 2012
peregrinacultural

Que belo testemunho Regina. Que bom que você pode usufruir dos quadros por aqueles sete anos de casamento! E ppoder ir admirá-los só aumenta o prazer não é mesmo? Um grande abraço,

7 05 2012
lais colucci ferrao

fui amiga da filha de marilia,frequentava sua casa,foi um tempo muito feliz,triste em saber de sua partida,meus sentimentos aos filhos,nao sei se lembram de mim,abracos

28 05 2012
Cida genova

Daniel fui muto amiga de sua avó. Quando ela foi pintar em Paris, entre 1987 e 1988, fiquei responsavel por resolver alguns assuntos financeiros dela ( gerenciava sua conta bancária); eramos mais que amigas, ela era minha madrinha, minha fada da bondade. A noticia de sua morte me abalou profundamente, mas onde quer que ela esteja nossas orações a acompanham.
Cida Genova

29 05 2012
elizeti nunes da silva

Cheguei dos Estados Unidos onde Marilia me levou, quantas lembrancas, tentei ligar para sua casa ontem e nao tive resposta. Estava pensando em ir a Sao Paulo para visita-la e agora encontro esta noticia terrivel de sua passagem por esta terra.Grande perda para todos que a conheciam.Eu tive este grande previlegio de estudar e trabalhar com ela.Que ela esteja num campo de rosas, pois ela era muito mais que uma rosa expressadas em sua pintura.Se as rosas pudessem falar…….

29 06 2013
9 09 2013
Andreia De Maio

Fiz estágio na galeria de D. Marília….com ela aprendi muita coisa….sua moral era única. Saudades…

9 09 2013
peregrinacultural

Que beleza ter conhecido uma pessoa tão especial!

19 03 2017
Magda Abaid

Nossa como é interessante a vida, eu não conhecia a Dna Marilia , e ganhei uns quadros dela de presente , como não é o estilo de minha casa resolvemos vender as telas , e ao pesquisar descobri que ela era uma pessoa incrível, como gostaria de te-la conhecido, devia ser uma pessoa de um profundo sentimento e sabedoria, devia ser dessas pessoas que sentamos e horas se passam e nem percebemos de tão envolvidos ficamos com sua presença e carisma. Estou quase desistindo em vender as telas .

19 03 2017
peregrinacultural

Que belo presente! Honre-0!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: