19 de novembro: o dia do cordelista

19 11 2008

Uma pequena homenagem aos nossos  cordelistas.

dsc05235

…………..

 

Agora com mensalão

Tudo virou um mistério

O homem rico do Brasil

Agora é Marcos Valério

Nossa justiça não brinca

Eu digo que o caso é sério

 

 

O povo tá arretado

E coberto de razão

Dinheiro sendo roubado

Para pagar o mensalão

Eu só vou me conformar

Depois de pegar o ladrão

 

 

FIM

 

 

 

Duas últimas estrofes de – Mensalão: um vírus no Brasil, em literatura de cordel de Davi Teixeira.  Capa: xilogravura do autor. ©2005 

 

 

David Teixeira da Silva nasceu em Bezerros em 1959 começou a escrever seus poemas em 1998, alguns deles já foram publicados no jornal A Folha de Pernambuco.

 

 

 

Para mais informações sobre O dia do cordelista.

 





Evitando acidentes III

19 11 2008

acidente-2

Você não é passarinho.

Não fique na janela sozinho.





Fora da curva, a história do sucesso de Malcolm Gladwell

19 11 2008

Acabo de pedir na Amazon.com o novo livro de Malcolm Gladwell entitulado, Outliers, the history of success [Fora da curva: a história do sucesso].  A razão é simples, gosto imensamente das idéias do autor.  Ler um de seus livros é sempre um mergulho em terreno fértil onde a minha imaginação vagueia prazerosamente. 

gladwell_200

Malcolm Gladwell

Este novo livro começa pelas perguntas:  Por que as crianças asiáticas sempre se dão melhor em matemática do que as crianças americanas?  Como foi que Bill Gates se tornou um empresário de computação bilionário?  Havia alguma coisa de diferente em Mozart?

 

Malcolm Gladwell  faz estas perguntas e identifica no recém lançado livro aqueles tipos, entre advogados empresariais a jogadores de hockey até aos mais brilhantes estudantes.  Chando-os de “os fora-da-curva”  Gladwell mostra como estas pessoas, para quem oportunidades apareceram, tiveram a força e a presença de espírito para se agarrarem a estas mesmas oportunidades. 

 

Gladwell aparentemente explora o mito da pessoa que se faz por si só; analisa o impacto que aspectos culturais têm como fatores determinantes para o sucesso,

 

Como seus outros livros: Blink e Ponto de desequilíbrio, Gladwell deve nos deixar pasmos com sua habilidade de tirar conclusões do que nos parece óbvio, uma vez mencionado, ou mostrado por ele.  Espero ardentemente que este livro esteja às vésperas de ser traduzido para o português.

 malcolm-gladwell-outliers

 

 

 Clique AQUI para uma ótima resenha sobre o livro do Rodolfo Araújo.

 

Outras postagens neste blog que mencionam Malcolm Gladwell:

 

 

Você conhece os dez mais importantes intelectuais de 2008?

Buzz e A louca da casa – o marketing boca a boca





Imagem de leitura — Virgílio Dias

19 11 2008

virgilio-dias-rj-1956-universitaria

A universitária, s/d

Virgílio Dias (Brasil, 1956)

 

 

 

Virgílio Dias Filho nasceu no dia 8 de setembro de 1956 no Rio de Janeiro, onde mora.

 





Por que os cachorros não gostam de música?

19 11 2008

cachorrinho-malhado-feliz

 

Qualquer ser humano sem deficiência auditiva pode distinguir entre os tons musicais de uma escala musical: dó, ré, mi, fá, sol, lá, si.  Nos achamos que esta habilidade deve ser comum, no entanto está provado que outros mamíferos não dispõem desta única precisão tonal sem a qual não podemos imaginar viver.    Esta característica de grande acuidade auditiva foi objeto de estudos por pesquisadores da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, da Universidade Hebraica de Jerusalém e do Instituto de Ciências Weizmann  na cidade dde Rehovot em Israel.  O resultado deste estudo foi publicado pela primeira vez na revista Nature de janeiro deste ano. 

 

Esta estudo revelou que existe um grupo de neurônios muito sensíveis junto ao nervo auditivo da orelha ao córtex auditivo.  Nesses neurônios sons naturais tais como a voz humana provocam respostas muito diferentes e muito mais complexas do que quando expostas a sons artificiais, como os sons puros.   Neste ambiente misto o ser humano consegue detectar freqüência tão precisas quanto 1/12 de uma oitava.

 

A pergunta a ser respondida é: por quê?   Morcegos são os únicos outros animais mamíferos capazes de ouvir mudanças de tom assim como os seres humanos o fazem.  Cachorros por exemplo não são tão precisos – eles só conseguem discriminar sons de 1/3 de oitava.   Mesmo os nossos familiares primatas não chegam perto da nossa habilidade auditiva: macacos só distinguem ½ de uma oitava.   Estas descobertas sugerem que a habilidade de distinguir com precisão diferenças mínimas entre sons não é uma necessidade para a sobrevivência. 

 

Os cientistas estão agora inclinados a acreditar que seres humanos usam suas extraordinárias habilidades auditivas para facilitar a memorização e o aprendizado.  Mas mais pesquisa será necessária para a resolução deste quebra cabeças.

 

 

Artigo de Sandy Fritz

 

 

Tradução livre do artigo publicado na revista Scientific American, número de Outubro de 2008.  Para o artigo clique AQUI.

 





Poema de Murillo Araújo no DIA DA BANDEIRA — 19 de novembro

19 11 2008

bandeira-do-brasil

 

COM AS ESTRELAS NATAIS

 

Murillo  Araújo

 

 

Alta, nas nuvens e nos ventos, alta,

no turbilhão se enrola e se levanta.

Como a bandeira de heroísmo salta!

Como a bandeira de heroísmo canta!

 

Ondeia audaz.  Sonha nos grandes mastros

por entre incandescências de arrebóis.

Vibram em suas asas de ouro e de astros

as almas legendárias dos heróis.

 

Oh contemplar assim, por toda a vida,

os seus clarões sublimes e supremos!

Resplende, em sua rama enflorescida,

o céu de estrelas sob o qual nascemos.

 

No exílio… à morte, pela terra imensa,

possamos vê-la rútila e imortal…

e se a tivermos sobre nós suspensa

nós dormiremos sob o céu natal.

 

 

Retirado de: A Estrela Azul: poemas para crianças, 1940 em Poemas Completos de Murillo Araújo

 

 

 

Murillo Araújo – ou Murilo Araújo — (MG 1894 – RJ 1980) jornalista, formado em direito.  Poeta, escritor, teatrólogo, ensaísta.

 

Obras:

 

Carrilhões (1917)  

A galera (escrito em 1915, mas publicado anos depois)

Árias de muito longe (1921)

A cidade de ouro (1927)

A iluminação da vida (1927)

A estrela azul (1940)

As sete cores do céu (1941)

A escadaria acesa (1941)

O palhacinho quebrado (1952)

A luz perdida (1952)

O candelabro eterno (1955)

 

Prosa:

A arte do poeta (1944)

Ontem, ao luar (19510 — uma biografia do compositor Catulo da Paixão Cearense

Aconteceu em nossa terra (pequenos casos de grandes homens)

Quadrantes do Modernismo Brasileiro (1958)

 

Outros poemas de Murillo Araújo (Murilo Araújo neste blog):

Dois tesouros na pátria

Romance dos Dois Pedros

Dia de festa








%d blogueiros gostam disto: