Autores estrangeiros nos EUA: os cinco mais cotados pela NPR

10 12 2008

 

Como parte dos rituais de fim de ano a NPR: National Public Radio, Washignton DC, EUA revelou a lista dos cinco melhores livros estrangeiros publicados naquele país em 2008.  É sempre muito interessante ver, não só para onde a indústria editorial está levando seus leitores nos EUA, mas também, ver o que foi considerado importante o suficiente para merecer o trabalho de um tradutor.  Os EUA são conhecidos por sua insularidade cultural, apesar do grande número de leitores no país.  O americano é notório por preferir autores nacionais no lugar dos estrangeiros.  E dos estrangeiros preferem os de língua inglesa, ao invés das publicações em que há necessidade de traduções.

 

A lista deste ano inclui dois livros escritos em espanhol, um em húngaro, um em italiano.  O outro foi escrito em inglês, mas seu autor é escocês.  Será que estes livros virão a interessar o leitor brasileiro?

 

 

 

senselessness_200

 

 

 

1 – SENSELESSNESS ( em espanhol: A insensatez) de Horácio Castellanos Moya — escritor de Honduras.  Uma sátira sobre um escritor latino americano que se encontra exilado e pobre.  Arranja um emprego para editar um documento descrevendo detalhadamente as torturas infringidas pelo governo ditatorial militar aos índios locais, num país vizinho. 

 

 

 

kelman_200

 

 

 

 

 

2 – KIERON SMITH, BOY do escocês James Kelman é um romance que tem como personagens centrais dois irmãos: Kieron e Matt.  Matt é considerado o mais inteligente, o favorito e é tratado diferentemente pelos avós que os criam em Glascow  O livro PE narrado por Kieron.

 

 

 

bolano_200

3 – 2666, Roberto Bolaño do escritor chileno/mexicano, que morreu recentemente (2003), já havia arrebatado os críticos nos EUA, no ano passado quando seu livro Os detetives selvagens [no Brasil: Cia das Letras: 2006] foi lançado.  Originalmente imaginado com um grupo de cinco livros diferentes, 2666 é um volume grosso, quase mil páginas em inglês, que começa com a vida de um escritor alemão no México.

 

 

 

 

metropole_200

 

 

 

 

 

4 – METROPOLE de Ferenc Karinthy, autor húngaro, que neste livro descreve a saga de Budai, um homem que se encontra perdido num país desconhecido, numa cidade com milhões de pessoas que n ao falam a sua língua e incapaz de se comunicar o suficiente para evitar um final previsível e caótico.

 

 

 

 

 

 

ferrante_200

 

 

 

 

 

5 – THE LOST DAUGHTER – a Itália se faz representar nesta lista com a obra de Elena Ferrante, cujos romances anteriores já haviam sido publicados nos EUA.  Este é um pseudônimo adotado para os trabalhos mais controversos deste/desta escritor.  Aqui é explorado, aparentemente com grande suspense, os sentimentos de uma mãe que não gosta de suas filhas.


Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: