Um prêmio para os olhos e para a imaginação: Erik Desmazières

2 08 2009

desmazieres-lecteurs-02

Leitores na sala Labrouste, 2001

Erik Desmazières ( França, 1948)

Gravura em metal, edição de 90.

24 x 60 cm

Davidson Galleries,  Seattle, WA

 

Erik Desmazière  (França, 1948) — é um dos mais conhecidos gravuristas franceses da atualidade.  Tem uma óbvia afinidade com o mundo neoclássico não só nas imagens escolhidas assim como nas metáforas.  Lembra Piranesi no detalhe da representação arquitetônica.  Nascido em Rabat em 1948 quando seus pais, diplomatas, trabalhavam no Marrocos.  Passou sua infância nos Marrocos, em Portugal e na França.  Desde cedo mostrou grande aptidão para as artes plásticas, mas pensou em seguir os passos de seu pai e preparou-se para uma carreira diplomática cursando ciências políticas em Paris no Institut d’ Études Politiques de Paris.  Mas em 1971 decidiu se tornar um artista.  Estudou com Jean Delpech, mas é na verdade mais um autodidata.

desmazieres09b

[Detalhe]

 

desmazieres10b

[Detalhe]

Acima dois detalhes do catálogo  Érik Desmazières: Imaginary Places, Milão, 5 Continents Editions em colaboração com o  Museu Jenisch Todas com © Érik Desmazières.

 

babel2

A Biblioteca de Babel, 1997.

 

Dez minutos depois de postar estas gravuras, me lembrei que talvez as imagens dos projetos arquitetônicos do pouco conhecido arquiteto francês do período neoclássico, Etiènne-Louis Boullée ( França, 1728-1799) fossem uma excelente comparação para com os desenhos de Érik Desmazières.  Aqui ficam dois deles:

 

boullee

Segundo projeto para a Biblioteca do Rei, 1785

Etiènne-Louis Boullée (França, 1728-1799)

Desenho.

 

boullee3

Cenotáfio de Newton,  [em  homenagem a Isaac Newton], 1790.

Etiènne-Louis Boullée (França, 1728-1799)


Ações

Informação

2 responses

3 08 2009
Lígia

Ladyce,

Já já deixo um presente de ‘nos.todos.lemos’ para a menina de teus olhos…

Beijo!

3 08 2009
naomi

obrigada pelas gravuras, são realmente um presente para os olhos. imagino como ficariam na capa de moleskines, ou em pôsteres ampliados…

e adorei o trecho sobre o palhaço onírico! será por isso que tenho medo deles? no fundo, eles representam as nossas pequenas ridicularidades?

😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: