Cripta de 3500 anos descoberta na Síria e intacta!

22 09 2009

siriaqatna

Qatna, Síria, Local das excavações.

 

Uma equipe de arqueólogos sírios e alemães descobriu nas ruínas do palácio real de Qatna, no centro da Síria, uma câmara mortuária intacta datando da Idade do Bronze, com restos humanos e oferendas.  As trinta caveiras encontradas sugerem o mesmo número de corpos enterrados; enquanto que os ossos empilhados, em pequenos grupos por entre pequenas toras de madeira, parecem indicar um segundo enterro no local.   Os cientistas da Universidade de Tübinga afirmaram que além de ter sido encontrado um tesouro de valor incalculável, a câmara estava fechada há mais de 3.500 anos.

 

siria6

 

Segundo os especialistas, os corpos poderiam pertencer à “família real de Qatna ou a membros de sua corte” e qualificaram o achado de espetacular pelo fato da câmara ter permanecido fechada e sem ter sido roubada por três milênios e meio. Qatna foi um importante reino no território da atual Síria durante a média e antiga Idade do Bronze.  No seu apogeu, entre 1800 e 1600 AC, foi um dos mais poderosos reinos da região.  Essas novas descobertas devem trazer a tona uma enorme quantidade de informações sobre o reino de Qatna, sobre suas relações com reinos vizinhos, sua grande produção artística e sobre sua família real.

 

siria2

FOTO: EFE  — Os arqueólogos descobriram numerosas vasilhas de cerâmica, assim como outras peças.

 

A equipe, liderada pelo Professor Professor Peter Pfälzner da Universidade de Tübinga e Dr. Michel al-Maqdissi, Diretor de Excavações do Departamento geral de Antiguidades de Damasco, já havia descoberto, em 2002, uma um outra real câmara mortuária, sob este mesmo palácio, e também intacta, sem ter sido saqueada através dos séculos.    O material encontrado na cripta de 2002 fez parte de uma exposição na Europa, em Stuttgard, no Museu Baden-Württemberg de Outubro 17 do ano passado até Março 14 deste ano.  

 

siria1

FOTO: EFE —   Ornamento em ouro com duas cabeças de pato foi encontrado na câmara de 3,5 mil anos em Qatna.

 

A câmara descoberta este ano, tem 4,9 m por 6,3 m, e se encontra ao noroeste do palácio de Qatna.  Ela tem dois cômodos: um na frente e uma cripta, ou seja, um cômodo dedicado ao local de enterro dos corpos.  Esta parte do palácio estava fechada por uma grande porta de pedra. Junto aos restos humanos, os arqueólogos descobriram numerosas vasilhas de cerâmica, assim como outras peças de granito e alabastro, que parecem proceder do Egito.

 

siria3

FOTO: EFE — Valiosas jóias de ouro foram encontradas junto aos restos humanos.

 

Entre os objetos encontrados estão valiosas jóias de ouro e uma peça com a figura de um macaco segurando um recipiente de maquiagem e uma estatueta humana feita de marfim.   A universidade irá se dedicar a identificação dos ossos; mas a falta de qualquer traço de linguagem escrita fará a definição do que foi descoberto um trabalho bastante difícil.

 

siriaqatna3

Excavações do palácio continuam.


Ações

Information

2 responses

11 05 2010
João Batista Jardim

Muito bonitas as peças encontradas.

5 09 2010
RALPH

SE NÃO FOI SAQUEADA COMO SE EXPLICA NÃO HAVER UMA ÚNICA PALAVRA ESCRITA ? SERÁ QUE HÁ,PELO MENOS, REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DE IDÉIAS ? NA IDADE DO BRONZE ESTE POVO NÃO PODE SER TÃO PRIMITIVO ASSIM, NÃO É?
RALPH

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: