O esqueleto, poesia infantil de Walter Nieble de Freitas

3 06 2010

La Catrina, s/d

[La Catrina é um personagem folclórico do México]

 José Guadalupe Posada (México 1852-1913)

gravura aquarelada

O esqueleto

                                                      Walter Nieble de Freitas

Por causa de um esqueleto

Corri a não poder mais:

Assustado entrei em casa

E contei tudo a meus pais

“O esqueleto, seu bobinho,

Nunca foi assombração:

É ele um conjunto de ossos

Dispostos em armação.

Sua função principal

É manter o corpo ereto;

Tem cabeça, tronco e membros

Todo esqueleto completo.

Preste, pois, muita atenção,

Guarde bem, jamais se esqueça:

Somente de crânio e face

Se constitui a cabeça.

O tronco tem só três partes,

Vou dizer-lhe quais são elas:

A coluna vertebral,

O esterno e as costelas.

Os membros são conhecidos:

Os de cima superiores;

E os que servem para andar,

São chamados inferiores”.

Até agora não compreendo

Como é que fui tolo assim:

Correr de um pobre esqueleto

Tendo outro esqueleto em mim!

 Em Barquinhos de papel: poesias infantis, São Paulo, Editora Difusora Cultural:1961.

 

 

 

Walter Nieble de Freitas ( Itapetininga, SP)  Poeta e educador, foi diretor do Grupo Escolar da cidade de São Paulo.

Obras:

Barquinhos de papel, poesia, 1963

Mil quadrinhas escolares, poesia, 1966

Desfile de modas na Bicholândia, 1988

Simplicidade, poesia, s/d

Chico Vagabundo e outras histórias, 1990

O esqueleto humano


Ações

Information

10 responses

3 08 2010
Daniella

Adorei o poema! Ele garante uma introdução perfeita para trabalhar O Corpo Humano na educação infantil. Ah sou professora!

3 08 2010
peregrinacultural

Daniella, que bom que este poema que era usado na sala de aula num passado não muito distante, possa vir a ser de auxílio para uma professora como você. Essa foi a intenção. É um prazer tê-la como leitora do blog. Umm grande abraço, Ladyce

26 10 2010
loreny

esse poema fala sobre o sistema do esqueleto
o sistema é um novo trabalho meu no colegio
tchau
data:26/10/2010

10 11 2010
Alexsandra

eu adorei esse poema falando, e explicando sobre o sistema do esqueleto.
pois faço curso de auxiliar e tecnico de enfermagem, e tenho como estudar mais sobre o assunto.

23 03 2011
estela

e
u adorei esse poema meu pai senpre canta para mim mas canta errado

23 03 2011
estela

eu amo o esqueleto e meu pai tambem ele canta para mim e nunca esqueço e um poema demais

14 08 2012
Ivone Reis

Amo essa poesia, pois foi uma das primeiras que decorei, com meus 7 aninhos de idade, ela estava no meu primeiro livro, ou seja, no livro da primeira série (primeiro ano primário) à época dos fatos.

17 04 2013
fernanda

muito bom esse poema era bem o que eu queria parabéns!!!!!!!!

17 10 2016
Daniela

Será que posso usar um deses poemas em um livro didático, para uma escola particular?

17 10 2016
peregrinacultural

Daniela, não sei como andam os direitos autorais esse autor. Não sei responder. Sinto muito.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: