Imagem de leitura — Michel Charvet

17 09 2010

Rezando, s/d

Michel Charvet ( França, contemporâneo)

óleo sobre tela, 54 x 30 cm

—-

—-

Michel Charvet é um artista contemporâneo francês, que começou cedo a se interessar pela pintura e a desenvolver um estilo influenciado pelas pinturas flamengas dos séculos XVII ao XIX.  Sua palheta se restringe em geral às cores usadas por esses mestres ainda que suas composições sejam bastante clássicas no estilo francês.   Seu interesse inicial, e até hoje sua principal fonte de inspiração,  está no retrato; ainda que tenha daí partido para cenas da vida rural e pintura de gênero inspirada por antigos camponeses num estilo próximo ao romantismo do século XIX e que encontra forte afinidade com o folclore rural. Um de seu focos é a região da Alsácia.  Michel Charvet é um artista plenamente premiado tanto na França como em outros países

http://www.michel-charvet.fr/





Ave pré-histórica do Chile maior do que se imaginava

17 09 2010

 

Desenho indicando como seria o Pelagornis chilensis

Novo estudo por arqueólogos que conseguiram reconstruir 70% do esqueleto do Pelagornis chilensis, uma ave marinha que viveu cerca de 10 milhões de anos atrás no Chile, constata a gigante envergadura de suas asas de  no mínimo, 5 metros.

O cálculo é baseado na análise de ossos das asas preservados. Estudos anteriores apontavam que a maior envergadura de um pássaro chegava a mais de 6 metros, porém eram baseados em fósseis fragmentados, não inteiros, como neste caso.

A evolução dos pássaros largos, por assim dizer, tinha como objetivo evitar a competição com outros pássaros“, disse Gerald Mayr, líder da equipe e paleontólogo alemão do Instituto de Pesquisa e Museu de História Natural Senckenberg. “Pássaros com asas maiores voavam mais longe e caçavam suas presas mais facilmente no oceano“, completou.

Embora estes animais se pareçam com criaturas de Jurassic Park, eles são aves verdadeiras, e seus últimos representantes podem ter coexistido com os primeiros seres humanos na África do Norte“, disse Gerald Mayr.

Bico serrilhado.

A ave pertence a um grupo conhecido como pelagornithids, informalmente chamado de pássaro ósseo-dentado. Eles são caracterizados por seu longo bico fino e dentado, como se tivesse dentes. Esses “dentes” provavelmente teriam sido usados para capturar presas escorregadias em mar aberto, tais como peixes e lulas.

Uma das causas de sua extinção, apontam os especialistas, pode ser seu peso, já que com envergadura tão grande seu peso aumentava e sua velocidade e capacidade de voo eram prejudicadas.

O conhecimento do tamanho máximo que pode ser atingido por um pássaro é importante para compreender a física por trás de como os pássaros voam. Este novo fóssil, portanto, pode ajudar cientistas a avaliar melhor as limitações físicas e anatômicas em aves muito grande.

Fontes: Revista Galileu, Terra.





Minha terra, poema de Luiz Peixoto

17 09 2010

Tropical, 1994

Carlos H. Sörensen ( Brasil 1928-2008)

Encáustica sobre tela

40 x 50 cm

Minha terra

                                    Luiz Peixoto

Minha terra

tem uma índia morena,

toda enfeitada de penas,

que anda caçando ao luar.

Minha terra

tem também uma palmeira,

parece a rede maneira,

ao vento, a se balançar.

Minha terra,

que tem do céu a beleza,

que tem do mar a tristeza,

tem outra coisa  também:

Minha terra,

na sua simplicidade,

tem a palavra saudade,

que as outras terras não têm.

Em: Poesia de Luiz Peixoto, Rio de Janeiro, Editora Brasil-América:1964

Luiz Carlos Peixoto de Castro, ( Niterói, RJ 2/2/1889 – RJ, RJ 14/11/ 1973). Foi poeta, letrista, cenógrafo, teatrólogo, diretor de teatro, pintor, caricaturista e escultor.








%d blogueiros gostam disto: