Imagem de leitura — Alexander Zerdini-Kruse

30 09 2010

No quintal em Fire Island, 1964

Alexander Zerdini-Kruse ( EUA,  1888-1972)

Óleo sobre madeira, 50 x 40 cm

Alexander Zerdini Kruse  nasceu  em Nova York em 1888, onde estudou com John Sloan, Robert Henri e George Luks.  Trabalhou em sua cidade natal por toda sua vida.  Foi lá que também se tornou um crítico de arte para o jornal The Brooklin Eagle.   Mais tarde escrevia uma coluna para o New York Post, titulada Arte com a minúsculo.   Exerceu a profissão de professor no Brooklin College, no Riverside Museum.   Foi um pintor de todos os gêneros, retratista, artista gráfico, gravurista e litógrafo.  Faleceu na Califórnia em 1972.





Vulcão na fronteira Argentina e Chile em erupção

30 09 2010

Imagem registrada por um satélite da Nasa – a agência espacial americana – no dia 21 e divulgada nesta segunda-feira mostra a erupção do vulcão Planchon-Peteroa, na fronteira de Chile e Argentina.   A fotografia mostra uma nuvem escura de cinzas saindo da montanha que entrou em erupção no dia 6 – processo que se intensificou no dia 18. A maior parte das cinzas vai para o sudoeste da Argentina.

O Planchon-Peteroa é um complexo vulcânico ao longo da fronteira Chile-Argentina, com várias caldeiras que se sobrepõem.  Sua atividade começou no Pleistoceno, quando se formaram duas colunas Azufre e Planchón.   Cerca de 11.500 anos atrás, grande parte da Azufre e parte da Planchón tiveram um colapso, formando  uma enorme avalanche no Rio Teno, cujo material viajou 95 km para chegar ao vale central do Chile.  O mais novo vulcão, Volcán Peteroa, consiste de aberturas espalhadas entre Azufre e Planchón.  O Peteroa tem estado ativo na nossa era com uma pequena cratera fumegante.  As erupções do complexo Planchón-Peteroa foram predominantemente explosivas, mas lava só apareceu em 1837 e 1937.

Relatórios do Chile indicam que,  a atividade do Planchón-Pteroa está aumentando e o vulcão está se tornando mais explosivo.  No dia 4 de setembro um avião da Força Aérea argentina encontrou “uma coluna de gás e cinzas alcançando até dois quilômetros de altitude” e também registrou uma área afetada pela queda de cinzas em uma área de 120 quilômetros quadrados em torno do vulcão.

FONTES: Terra e The Volcanism Blog








%d blogueiros gostam disto: