Poesia infantil: Dona Joaninha de Júlio Saraiva

3 10 2010

Ilustração de Maurício de Sousa.

Dona Joaninha

— 

                                                    Júlio Saraiva

A Dona Joaninha

é muito gracinha.

Toda falante,

sai manhãzinha

sempre elegante.

Vestido vermelho,

cheio de bolinhas.

Sapato de salto,

chapéu e sombrinha.

Se não vai à feira

nem ao mercado,

ela vai se encontrar

com o namorado.

Ele é um joaninho

inteligente

e estudado.

Dizem até

que tem diploma

de advogado.

Júlio Saraiva, (São Paulo, Brasil, 1956) Jornalista, poeta, dramaturgo, cronista e letrista de música popular.   Vive em São Paulo.

Obras:

Mímica do Vento, poesia, 1990

Liturgia dos Náufragos, poesia, 2002

BLOG: http://currupiao.blogspot.com/








%d blogueiros gostam disto: