O ninho do beija-flor, poesia infantil de Walter Nieble de Freitas

20 10 2010

O ninho do beija-flor

                            Walter Nieble de Freitas

No verde mar das ramagens

Da trepadeira florida,

Certo dia eu descobri

Preciosa jóia escondida.

Era um ninho e três ovinhos

De mimoso beija-flor

Linda conchinha com pérolas

Feita com arte e primor.

Na modéstia desse lar,

Construído com afeto,

 Eu senti como era grande

O pequenino arquiteto!

Coisas assim,tão singelas,

Têm a magia, o condão

De mostrar toda a grandeza

Da Divina Criação.

Em: Barquinhos de papel: poesias infantis, de Walter Nieble de Freitas, São Paulo, Editora Difusora Cultural: 1961.

Walter Nieble de Freitas ( Itapetininga, SP)  Poeta e educador, foi diretor do Grupo Escolar da cidade de São Paulo.

Obras:

Barquinhos de papel, poesia, 1963

Mil quadrinhas escolares, poesia, 1966

Desfile de modas na Bicholândia, 1988

Simplicidade, poesia, s/d

Chico Vagabundo e outras histórias, 1990








%d blogueiros gostam disto: