Imagem de leitura — Alexander Oscar Levy

22 10 2010

Hora do jantar, s/d

Alexander Oscar Levy (EUA, 1881-1947)

óleo sobre tela 122 x 122 cm

Coleção Particular

Alexander Oscar Levy  (EUA, 1881-1947):   Pintor, Ilustrador, artista gráfico e designer de livros.  Nasceu na Alemanha e imigrou para os Estados Unidos em 1884.  Estudou no Academia de Arte de Cincinnati de 1894 a 1900 e  na Escola de Artes Aplicadas de Nova York de 1902 a 1903 sob a direção de  Ossip Linde, William Merritt Chase e Robert Henri.   Foi membro da Buffalo Society for Sanity in Art e expos nos Salões da América, Pennsylvania Academy of Fine Art, Albright Art Gallery.





Irmãos e tão diferentes: dois bebês de onça pintada!

22 10 2010
Foto: Agência EFE

O zoológico grego Attica, na Grécia, mostrou ao mundo, ontem, uma bela mamãe jaguar negra com seus dois filhotinhos: uma oncinha pintada negra e uma oncinha pintada de pelo cor de mel.  Como sabemos ambas têm pintas, porque mesmo o jaguar negro tem pintas escuras que são mais difíceis de serem distinguidas de longe, por não oferecerem contraste com a pelagem do fundo.    A aparição desses filhotes de dois meses que têm diferentes cores traz à mente as pequeninas surpresas genéticas com as quais convivemos, no nosso dia a dia.  Nas fotos, distribuídas ontem pela agência de notícias EFE, as oncinhas bebês nem parecem ter a mesma, imponente, mãe em comum.  Mas os dois bebês são verdadeiros irmãos, não pertencem a duas raças diferentes, a diferença entre eles aparece por uma mutação genética na qual os indivíduos produzem mais melanina do que o normal, o que provoca um maior escurecimento da pelagem desses animais.

A onça-pintada é o único membro da família das panteras a ser encontrado nas Américas. Sua pelagem típica é amarelo-dourada com pintas pretas na cabeça, pescoço e patas. Mas também há onças de pelagem escura. “É uma variedade da onça-pintada (Panthera onca), apenas possui uma variedade melânica“, explica Vincent Kurt, biólogo da divisão técnica e de fauna do IBAMA.

Antigamente a onça pintada era encontrada desde o sul dos Estados Unidos até o norte da Argentina.  Mas, este animal está extinto no país da América do Norte, é raro no México,  mas ainda pode ser encontrado na América Latina.  Inclusive no Brasil.   O jaguar ou a onça pintada – dois nomes para o mesmo animal, pode chegar a 135 kg. Sua mordida é considerada a de maior potência dentre os felinos do mundo. Vive em vários tipos de habitat, desde florestas como a Amazônica e Mata Atlântica, até em ambientes como o Pantanal e o cerrado.

É bom lembrar que a onça-pintada (Panthera onca), também pode ser chamada de onça, jaguar ou jaguaretê.  É um grande gato, ou seja, pertence à família dos felídeos e é carnívora [come carne].   E que ela é um dos símbolos da fauna brasileira.

Ela praticamente habita o Brasil inteiro, mas prefere morar em zonas que não sejam descampadas.  Aqui no país, os estados em que a onça-pintada existe são: AC, AM, AP, BA, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PI, PR, RJ, RO, RR, RS, SC, SP e TO.

FONTE: Terra








%d blogueiros gostam disto: