Novidade natalina: o lápis bem apontado

23 11 2010

 

Jovem apontando um lápis, 1737

Jean Baptiste Simeon Chardin (França, 1699-1779)

Museu do Louvre, Paris

Na época do Natal todo tipo de “novidade” parece exercer uma fascinação desmedida no público consumista.  Há de se marcar certas décadas passadas justamente por esses objetos de fascinação momentânea.  Uma busca por esses objetos na internet traz à tona: o anel que muda de cor com a suas emoções; o galinho que muda de cor prevendo chuva ou sol; o animal de estimação Chia, que se torna coberto de brotinhos de plantas verdes, a medida que se molha o bibelô; o abajur que acende quando se bate palmas, e o item que não poderia faltar em qualquer lar: a pedra de estimação.

Tudo indica que David Reese de Nova York, pensou profundamente em como arrecadar um dinheirinho extra, além do que ganha como cartunista, oferecendo, ao público em geral, um lápis bem apontado por USD$ 15.00  — quinze dólares.  Com essa quantia você recebe em casa – pelo correio – não só o lápis nº 2 que você comprou, como também as raspas de madeira que ele retirou do lápis, embaladas num saquinho plástico  à parte.  Você pode se quiser mandar o seu próprio lápis de estimação e pelo mesmo preço ele lhe mandará de volta o seu lápis bem apontado.  Mas não há desconto nesse caso.  Se você estiver realmente carente de bons lápis bem apontados, por USD $ 50,00 David mandará para você 12 lápis apontados. 

Por que mesmo que eu não tive e$$a idéia?

FONTE:  WIRED








%d blogueiros gostam disto: