Imagem de leitura — Federico Faruffini

8 02 2011

A leitora

Federico Faruffini (Itália, 1833 – 1869)

óleo sobre tela

—-

—-

Federico Faruffini nasceu em Sesto San Giovanni, 1833 e antes de se dedicar à artes plásticas, estudou direito.  Formou-se pela Escola de Pintura de Pavia. Dedicou-se à pintura histórica,  a de gênero e ao tratamento ilustrativo de cenas retratadas pela literatura.  Suicidou-se 1869 em Perugia.





Questão de pontuação — poema de João Cabral de Melo Neto

8 02 2011

—–

——

——-

Questão de pontuação

—–

                                                       João Cabral de Melo Neto

—-

Todo mundo aceita que ao homem

cabe pontuar a própria vida:

que viva em ponto de exclamação

(dizem tem alma dionisíaca);

—–

viva em ponto de interrogação

(foi filosofia, ora é poesia);

viva equilibrando-se entre vírgulas

e sem pontuação (na política):

—-

o homem só não aceita do homem

que use a só pontuação fatal:

que use, na frase que ele vive

o inevitável ponto final.

—–

—–

Em: Agrestes, João Cabral de Melo Neto, Riio de Janeiro,  Nova Fronteira: 1985

—-

—-

—-

João Cabral de Melo Neto – (PE 1920 – RJ 1999) poeta e diplomata. Membro da Academia Brasileira de Letras.

Obras:

Pedra do Sono, 1942

Os Três Mal-Amados, 1943

O Engenheiro, 1945

Psicologia da Composição com a Fábula de Anfion e Antiode, 1947

O Cão sem Plumas, 1950

O Rio ou Relação da Viagem que Faz o Capibaribe de Sua Nascente à Cidade do Recife, 1954

Dois Parlamentos, 1960

Quaderna, 1960

A Educação pela Pedra, 1966

Morte e Vida Severina, 1966

Museu de Tudo, 1975

A Escola das Facas, 1980

Auto do Frade, 1984

Agrestes, 1985

Crime na Calle Relator, 1987

Primeiros Poemas, 1990

Sevilha Andando, 1990

Tecendo a Manha, 1999








%d blogueiros gostam disto: