Imagem de leitura — Ethel Pennewill Brown Leach

23 02 2011

Uma estudante – Paris,  1913

Ethel Pennewil Brown Leach (EUA, 1878-1959)

óleo sobre tela

Collection of Amelie A. Sloan 

—-

—-

Ethel Pennewil Brown Leach (EUA, 1878-1959), nascida em Wilmington, Delaware, nos Estados Unidos, conhecida como a líder das mulheres piintoras em Delaware, na primeira metade do século XX.  Sua longa carreira incluiu ilustrações, pintura de gênero, paisagens, retratos e naturezas mortas.   Nos últimos 30 anos de vida, ela e seu marido, Will Leach, eram os responsáveis pela colônia de aristas em Rehoboth Beach, Delaware.





DESIGN = Concurso internacional de maçanetas de portas

23 02 2011

—-

—-

Concurso internacional de maçanetas de portas

A Designboom e a COLOMBO Design promovem uma competição internacional de design.  A participação está aberta a pessoas de qualquer país, a profissionais e estudantes assim como a entusiastas do design.   A inscrição – gratuita – é obrigatória.

Os participantes devem apresentar um novo design de maçaneta de porta interior que seja versátil, podendo  ser usado nos projetos arquitetônicos contemporâneos, quer  residenciais quer públicos.   

COLOMBO DESIGN, a é uma das grandes empresas  italianas de manufatura de maçanetas e acessórios para portas e janelas; e se preocupa com um design de qualidade que combine inovação tecnológica com excelência em procedimentos de manufatura industrial, adotando processos que sejam eco-compatíveis em cada nível da produção.    O catálogo da Colombo Design mostra o que há de mais avançado em maçanetas de porta, criações dos maiores protagonistas do design internacional do momento, entre eles Carlo Bartoli,  Jean Marie Massaud, Jasper Morrison, Michele de Lucchi, Alberto Meda e Konstantin Grcic.

Com essa competição a COLOMBO DESIGN tenta expandir os horizontes das maçanetas.

Todas as informações necessárias no site.   CLIQUE AQUI

Data Final: 20 de abril de 2011.





Limerique infantil de Tatiana Belinky — “minhocas”

23 02 2011
Zá Carioca empresário de minhocas, Ilustração Walt Disney.

—-

Ao ver uma velha coroca

fritando um filé de minhoca

o Zé Minhocão

falou pro irmão:

“Não achas melhor ir pra toca?”

Tatiana Belinky

—-

—-

Em:  Poesia fora da estante, Vera Aguiar ( coord.), Simone Assumpção e Sissa Jacoby, Porto Alegre, Projeto: 2007

—-

—-

Tatiana Belinky nasceu em São Petersburgo na Rússia em 1919.  Imigrou com a família para o Brasil, onde se instalaram em São Paulo.  Tatiana tinha 10 anos e idade.  Escritora, poeta, roteirista de tv, tradutora.   É hoje uma das mias importantes escritoras infanto-juvenis no país com mais de 120 obras publicadas.  Depois do curso secundário, estudou Filosofia na Faculdade São Bento, mas abandonou o curso em 1940 quando se casou com o médico Júlio de Gouveia.  Junto com o marido, criou muitas várias adaptações de histórias infantis para teatro.  Juntos  montaram peças para os teatros da Prefeitura de São Paulo e de lá pularam para encenações de peças no início da televisão no Brasil.  Trabalhou também como roteirista de programas para a televisão btrasileira desde 1952, na  extinta TV Tupi.  Desde 1985 escreve para jovens leitores.

—- 

Algumas de suas obras infanto-juvenis ( não inclui peças de teatro, e dezenas e dezenas de traduções e adaptações de outros autores):

O caso dos ovos, 1985

O sapateiro remendão, 1987

Que horta, 1987

A alegre vovó Guida que é um bocado distraída, 1988

Cinco trovinhas para duas mãozinhas, 1988

A história da ursa-parda, 1988

Represália de Bicho, 1988

Histórias de Fantasma, 1989

Olhos de ver, 1989

Transplante de menina, 1989

Acontece cada uma…, 1990

Bidínsula e outros retalhos, 1990

As coisas boas do ano, 1990

Di-versos russos, 1990

Quatro amigos, 1990

Di-versos hebraicos, 1990

Saladinha de queixas, 1991

Tatu na casca, 1991

Assim, sim!, 1992

Bumburlei, 1992

Micha, 1992

Quem tem casa, casa?, 1992

Ratinho manhoso, 1992

Rimadinho, 1992

A ratinha presunçosa, 1993

Di-versos alemães, 1993

Grande cão curso, 1993

O caso do vaso, 1994

Bom remédio, 1995

O caçador valente, 1995

Beijo não!, 1997

Cachtanga artista por acaso, 1998

Diversidade, 1999

Que tal?, 1999

Coral dos bichos,  2000

Chorar é preciso?, 2001

Contanabos, o senhor das montanhas, 2001

Curto-circuito, 2001

O gato professor, 2001

Mandaliques (com endereço e tudo), 2001

O livro dos disparates, 2001

As três respostas, 2001

O samurai e a cerejeira, 2001

O simplório e o malandro, 2001

Ogro, 2001

Sou do contra: limeriques,  2001

Vrishadarbha e a Pomba, 2001

Acontecências, 2002

A aposta, 2002

Criança feliz: contos e cantos, 2o03

O que eu quero, 2003

Trazido pela rede, 2003

Um caldeirão de poemas, 2003

Mentiras… e mentiras, 2003

Aparências enganam, 2004

Cantiga do Tiribiri-biribim, 2004

O livro das tatianices, 2004

Vovô Majai  e as lebres, 2004

 Abc e numerais pra brincar é bom demais, 2005

 17 È Tov !, 2005

Kanniferstan, 2006

Limeriques para pinturas, 2006

A torre do Reno, 2006

Desatreliques, 2006

Limeriques da Coroa Implicante, 2006

Limeriques dos Tremeliques, 2006

Monstros e medos, 2006

Sete vezes sim!, 2006

Hoje é dia de festa!, 2006

As moedas estrelas, 2006

Um zoológico de papel, 2007

Bicholiques, 2007

O cão fantasma, 2007

Salada de limeriques, 2007

Limeriques da cocanha, 2007

Limeriques das causas e efeitos, 2007

O nariz, 2008

A charada do gorducho, 2009








%d blogueiros gostam disto: