O verde do meu bairro: pau-formiga

3 06 2011
Pau-formiga em flor.

O mês de maio aqui no Rio de Janeiro é agraciado com uma das florações mais espetaculares nas árvores tropicais usadas no paisagismo dos terrenos de casas e edifícios de apartamentos.  O responsável pela bela mudança da paisagem é o pau de formiga.  Esta árvore de folhas largas arredondadas como muitas das belas folhagens tropicais é uma das árvores favoritas dos jardins arborizados do Leblon.   Extremamente vistosas, as flores aparecem em maio em grupos saindo de um só ramo, como se fossem ramalhetes pré-arrumados,  prontos para um arranjo decorativo.

Chama-se Pau-formiga, por uma característica muito interessante: seu tronco é oco e sempre serve de moradia para um formigueiro, em geral de formigas tachi, que protegem essa árvore dos herbíforos.   É uma árvore perfeita também para a paisagem urbana se não estiver atrapalhada por fios elétricos, porque além de vistosa com bela floração ( tanto a planta macho quanto a fêmea), cresce até 20 metros de altura, fazendo um grande e majestoso contraponto a plantas e outras árvores de menor porte.  E como não têm raízes que danifiquem as calçadas são ideais para o uso nas cidades.

É natural do Brasil.  Como tal, é de grande valia nos processos de reflorestamento.   Só a planta fêmea tem floração colorida, que vai do vermelho alaranjado ao rosa pálido.    As plantas macho têm floração mais delicada, tímida e acinzentada, mas também são extremamente decorativas.  É bom lembrar que ambas as árvores são necessárias para a propagação.   O pau-formiga é uma árvore perfeita para plantio no sudeste brasileiro, já que fica feliz e satisfeita com o clima quente e úmido.  E gosta de sol e de solo fértil, enriquecido, úmido e bem irrigado.   São árvores que crescem muito empertigadas, certinhas, sem se esparramarem e têm a forma de um grande cilindro ou de uma grande pirâmide.  Assim sendo, não devem ser podadas para não perderem as características que as fazem tão especiais.   Multiplicam-se por sementes, e crescem ainda mais felizes se forem fertilizadas no verão e na primavera.   Floradas no final do outono e no inverno, dependendo da região.  No Rio de Janeiro pau-formiga é a árvore do Dia das Mães, floresce no mês de maio.

Nome Científico: Triplaris brasiliana

Sinonímia: Triplaris brasiliensis, Triplaris pyramidalis

Nome Popular: Pau-formiga, Pau-de-novato, Formigueiro, Novateiro, Pau-de-formiga, Paliteiro, Taquari, Pajeú, Tachi, Tangarana

Família: Polygonaceae

Divisão: Angiospermae

Origem: Brasil

Ciclo de Vida: Perene

Fonte:  Jardineiro





Soneto de aniversário, Vinícius de Moraes

3 06 2011

 

Aniversário, 1915

Marc Chagall  ( Belarússia/França, 1887-1985)

Óleo sobre papelão, 81 x 100cm

MOMA: Museu de Arte Moderna de Nova York

Soneto de aniversário

………………….Vinícius de Moraes


Passem-se dias, horas, meses, anos
Amadureçam as ilusões da vida
Prossiga ela sempre dividida
Entre compensações e desenganos.

Faça-se a carne mais envilecida
Diminuam os bens, cresçam os danos
Vença o ideal de andar caminhos planos
Melhor que levar tudo de vencida.

Queira-se antes ventura que aventura
À medida que a têmpora embranquece
E fica tenra a fibra que era dura.

E eu te direi: amiga minha, esquece…
Que grande é este amor meu de criatura
Que vê envelhecer e não envelhece.

(Rio, 1942)








%d blogueiros gostam disto: