Imagem de leitura — Anders Zorn

17 01 2012

Estudo para um nu feminino, 1910

Anders Zorn (Suécia, 1860-1920)

óleo

Anders Zorn nasceu em Dalarma, na Suécia, em 1860.   Foi educado pelos avós no interior.   Só na época do ensino médio deixa a fazenda para Enköping uma cidade um pouco maior.  De 1875 a 1880 estudo na Academia Real de Belas Artes em Estocolmo.   Depois de formado viaja extensivamente para Paris, Londres, Espanha, Itália, os Balcãs e para os Estados Unidos.  Ganha fama internacional como retratista.  Até 1887, praticamente só trabalha com aquarelas, meio pelo qual ficou famoso pela luminosidade.  Depois, passa a pintar em óleo.  Além de retratista também se dedica aos nus femininos e à pintura de gênero, onde fica conhecido pela representação  realista dos reflexos na água. O sucesso lhe trouxe fama e riqueza.  Morreu em 1920, aos 60 anos de idade.





O mosquito escreve, poesia infantil de Cecília Meireles

17 01 2012

Mosquito, ilustração Maurício de Sousa.

O mosquito escreve

Cecília Meireles

O mosquito pernilongo

trança as pernas, faz um M,

depois treme, treme, treme,

faz um O bastante oblongo,

faz um S.

O mosquito sobe e desce.

Com artes que ninguém vê,

faz um Q,

faz um U, e faz um I.

Este mosquito esquisito

cruza as patas, faz um T.

E aí,

se arredonda e faz outro O,

mais bonito.

Oh!

Já não é analfabeto,

esse inseto,

pois sabe escrever seu nome.

Mas depois vai procurar

alguém que possa picar,

pois escrever cansa,

não é, criança?

E ele está com muita fome.

Em: Ou isto ou aquilo, Cecília Meireles, Rio de Janeiro, Nova Fronteira: 2002.

Cecília Benevides de Carvalho Meireles (RJ 1901 – RJ 1964) poeta brasileira, professora e jornalista brasileira.

Obras:

Espectros, 1919

Criança, meu amor, 1923

Nunca mais…, 1924

Poema dos Poemas, 1923

Baladas para El-Rei, 1925

O Espírito Vitorioso, 1935

Viagem, 1939

Vaga Música, 1942

Poetas Novos de Portugal, 1944

Mar Absoluto, 1945

Rute e Alberto, 1945

Rui — Pequena História de uma Grande Vida, 1948

Retrato Natural, 1949

Problemas de Literatura Infantil, 1950

Amor em Leonoreta, 1952

12 Noturnos de Holanda e o Aeronauta, 1952

Romanceiro da Inconfidência, 1953

Poemas Escritos na Índia, 1953

Batuque, 1953

Pequeno Oratório de Santa Clara, 1955

Pistóia, Cemitério Militar Brasileiro, 1955

Panorama Folclórico de Açores, 1955

Canções, 1956

Giroflê, Giroflá, 1956

Romance de Santa Cecília, 1957

A Bíblia na Literatura Brasileira, 1957

A Rosa, 1957

Obra Poética,1958

Metal Rosicler, 1960

Antologia Poética, 1963

História de bem-te-vis, 1963

Solombra, 1963

Ou Isto ou Aquilo, 1964

Escolha o Seu Sonho, 1964

Crônica Trovada da Cidade de San Sebastian do Rio de Janeiro, 1965

O Menino Atrasado, 1966

Poésie (versão francesa), 1967

Obra em Prosa – 6 Volumes – Rio de Janeiro, 1998

Inscrição na areia

Doze noturnos de holanda e o aeronauta 1952

Motivo

Canção

1º motivo da rosa








%d blogueiros gostam disto: