Palavras para lembrar — Charles Kingsley

19 03 2012

Na varanda, 1886

[Retrato de Rebecka Nathanson-Kempff]

Eva Bonnier (Suécia, 1857-1909)

óleo sobre tela

“Com exceção de um homem vivo não há nada mais maravilhoso do que um livro!  Uma mensagem para nós vinda dos mortos, — de almas humanas de quem nunca vimos, que talvez tenham vivido longe por milhares de milhas, nos falam, nos ensinam, nos confortam e abrem seus corações para nós como irmãos”.

Charles Kingsley





Poesia infantil: Tempestade, de Henriqueta Lisboa

19 03 2012

Ilustração Magret Boriss.

Tempestade

Henriqueta Lisboa

— Menino, vem para dentro,

Olha a chuva lá na serra,

Olha como vem o vento!

—  Ah! Como a chuva é bonita

E como o vento é valente!

—  Não sejas doido, menino,

Esse vento te carrega,

Essa chuva te derrete!

— Eu não sou feito de açúcar

Para derreter na chuva.

Eu tenho força nas pernas

Para lutar contra o vento!

E enquanto o vento soprava

E enquanto a chuva caía,

Que nem um pinto molhado,

Teimoso como ele só:

— Gosto de chuva com vento,

Gosto de vento com chuva!

Henriqueta Lisboa (MG 1901- MG 1985), poeta mineira. Escritora, ensaísta,  tradutora professora de literatura,  Com Enternecimento (1929), recebeu o Prêmio Olavo Bilac de Poesia da Academia Brasileira de Letras.  Em 1984, recebeu o Prêmio Machado de Assis da Academia Brasileira de Letras pelo conjunto de sua obra.

Obras:

Fogo-fátuo (1925)

Enternecimento (1929)

Velário (1936)

Prisioneira da noite (1941)

O menino poeta (1943)

A face lívida (1945) — à memória de Mário de Andrade, falecido nesse ano

Flor da morte (1949)

Madrinha Lua (1952)

Azul profundo (1955);

Lírica (1958)

Montanha viva (1959)

Além da imagem (1963)

Nova Lírica ((1971)

Belo Horizonte bem querer (1972)

O alvo humano (1973)

Reverberações (1976)

Miradouro e outros poemas (1976)

Celebração dos elementos: água, ar, fogo, terra (1977)

Pousada do ser (1982)

Poesia Geral (1985), reunião de poemas selecionados pela autora do conjunto de toda a obra, publicada uma semana após o seu falecimento.





Um vídeo da natureza, vejam que beleza!

19 03 2012








Imagem de leitura — Johanne Thomas

19 03 2012

Leitora, s/d

Johanne Thomas (Canadá, contemporânea)

óleo sobre tela

www.johannethoms.ca








%d blogueiros gostam disto: