Palavras para lembrar — Hilaire Belloc

23 12 2012

Heinrich Lossow. (1840 -1897)

Mulher descansando, s/d

Heinrich Lossow (Alemanha, 1847-1897)

óleo sobre tela

Grev Wedels Plass Leiloeiros

“Quando eu morrer, espero que possam dizer: seus pecados eram imorais, mas seus livros eram lidos”.


Hilaire Belloc





Chuva sobre a cidade, poema de Lêdo Ivo

23 12 2012

chuva um dia deUm dia de chuva, ilustração: ignoro a autoria.

A chuva sobre a cidade

Lêdo Ivo

Chove sobre a cidade

e a chuva inunda o asfalto, difunde o desastre e o desencontro

e procura abater as palmeiras que do fim da tarde

queriam apenas — graça plena — as estrelas.

Os trovões reboam, espantando os pássaros

que vieram refugiar-se no meu quarto.

Os relâmpagos, fotógrafos do absoluto, iluminam as pessoas que passam

— são outros rostos, minha irmã, são as faces

revoltadas porque as divindades impossibilitaram os idílios,

a chegada pontual a uma casa, o já adiado trespasse com o inefável.

As sarjetas recebem finalmente a Poesia. Como são belos

e nítidos os barcos de papel

que navegam buscando os reinos fantásticos, os inaccessíveis!

A chuva tem uma canção. Jamais uma elegia

para saudar sua gentileza. Jamais uma ode,

um himeneu, uma écloga deploratória.

Meu irmão, deixa que a goteira molhe tuas últimas

poesias. Pouco importa que amanhã te reconcilies com os grandes temas poéticos.

O amanhã é inconsumível. A chuva te ensina

a ser invariável sem se repetir.

Em: Central Poética: poemas escolhidos, Lêdo Ivo, Rio de Janeiro, Aguilar:1976

Em homenagem ao poeta Lêdo Ivo, falecido hoje, aos 88 anos.





Quadrinha para o Natal

23 12 2012

natal em mocambiqueNatal em Moçambique, ilustração autoria desconhecida.

Junto do berço que a luz

da fé cristã alumia,

toda criança é Jesus

e toda mãe é Maria.

(Padre Celso de Carvalho)








%d blogueiros gostam disto: