Um galgo, poema de José Paulo Moreira da Fonseca

23 09 2013

Mulher com cachorro galgo, ilustração da década de 1920, sem autoria.

Um galgo

José Paulo Moreira da Fonseca

Mesmo quando imóvel, vemo-lo correr

Como se aquelas formas sonhassem

Com uma inaccessível distância.

Em: Antologia Poética, José Paulo M. F., Rio de Janeiro, Leitura: 1968








%d blogueiros gostam disto: