Quadrinha da despedida

31 10 2013

trem passando pela fazendaIlustração, autoria desconhecida.

Lenços brancos, acenando,

para a Maria Fumaça,

que vão, também retirando

o “cisco” que o olhar embaça!

(Therezinha Radetic)





Palavras para lembrar — Romain Rolland

31 10 2013

Kik Zeiler (Holanda, 1948) in slaap gevallen, 1989, ost,44 x61cmCaída de sono, 1989

Kik Zeiler (Holanda, 1948)

óleo sobre tela, 41 x 66 cm

www.galeriemokum.com

“Nunca lemos um livro. Nós nos lemos através dos livros, seja para nos descobrirmos, seja para nos controlarmos”.

Romain Rolland





Curiosidade sobre a cenoura e a Holanda

31 10 2013

sir-nathaniel-bacon-cookmaid-with-still-life-of-vegetables-and-fruit-c-1620-5Cozinheira com natureza morta de legumes e frutas, c. 1620-1625

Sir Nathaniel Bacon (Inglaterra,1585-1627)

óleo sobre tela, 151 x 247

Tate Gallery, Londres

A cenoura existe em diversas cores. Elas podem ser brancas, amarelas, negras, roxas ou vermelhas.  As de cor laranja, mais comuns na nossa mesa, são um cultivo especial que provavelmente foi desenvolvido na Holanda,  no século XVI.  Dizem os holandeses que elas foram criadas para honrar a Casa de Orange, que liderou a revolta holandesa contra a Espanha e mais tarde se tornou a família real do país. A cor laranja ainda é a cor oficial da Holanda e também é a cor oficial da camisa do time de futebol daquele país, além de ser um símbolo do patriotismo no país.








%d blogueiros gostam disto: