Imagem de leitura — Yehuda Pen

16 03 2014

pen-yehuda-la-lectura-de-periódicos-Yehuda Pen (1854-1937), bielorrusoA leitura do jornal, 1925

Yehuda Pen (Bielorússia, 1854-1937)

óleo sobre tela

Yehuda Pen





Sombra, poema de Flora Figueiredo

16 03 2014

Jan Catharinus Adriaan GoedhartA carta, 1930

Jan Catharinus Adriaan Goedhart(Holanda, 1893 – 1975)

óleo sobre tela, 60 x 80 cm

Coleção Particular

Sombra

Flora Figueiredo

Tem um lugar no meu quarto

em que a luz não entra.

Tudo que se tenta

não dá certo.

Em vão tirar telha,

abrir janela,

furar o teto.

Postou-se ali um escuro

soturno e quieto,

recentemente diagnosticado.

É uma fração de passado

que o tempo não leva

para não rever fatos,

e que a vida ceva

porque é da vida conservar mandatos.

Para que o escuro seja então cassado,

é preciso um clarão qualificado,

capaz de sorvê-lo em sucção;

que durante o processo de deglutição

use artimanha,

até transformá-lo em cavidade.

É nesse vão que vai florar felicidade,

parida da entranha do bicho-papão.

Em: Amor a céu aberto, Flora Figueiredo, Rio de Janeiro, Nova Fronteira: 1992, p. 101.





Domingo, um passeio no campo!

16 03 2014

JOSÉ MARIA DE ALMEIDA (1906 1995) Paisagem, o.s.t. 24 x 33Paisagem, s./d.

José Maria de Almeida (Portugal, 1906- Brasil, 1995)

óleo sobre tela, 24 x 33 cm





Natureza maravilhosa — Galo

16 03 2014

1208625365_Nm2Ms-L

Alguém sabe a raça deste galo?  Procurei mas não consegui encontrar.

NOTA:  O leitor Fábio manda a identificação é um Galo Garnizé, derivado da raça Bantham.





Uma Teoria do Big Bang já no século XIII

16 03 2014

dn25223-1_300Retrato de Roberto Grosseteste, século XIII

Iluminura em manuscrito na Biblioteca Britânica.

Um texto do século XIII produziu um modelo matemático do universo que antecipa problemas com a nossa melhor compreensão do Big Bang. Quando físicos traduziram o texto De luce do latim descobriram que em 1225, o teólogo Grosseteste,  enquanto estudava a luz,  havia esbarrado na idéia do multiverso.  Nessa época os texto de Aristóteles tinham acabado de ser redescobertos e Grosseteste propôs um universo de nove esferas concêntricas que teriam se iniciado com um relâmpago de luz, empurrando tudo para fora a partir de um ponto em uma grande esfera.

É claro que ele não percebeu que poderia haver muitos multiversos”, disse Tom McLeish, um físico na Universidade de Durham, na Grã-Bretranha.  “Mas o que as pessoas daqui a 800 anos irão pensar também das nossas teorias?  É com um pouco de humildade que se nota que estamos limitados pelo que podemos e o que não podemos ver.

Para mais informações veja o artigo no NEW SCIENTIST.








%d blogueiros gostam disto: