Imagem de leitura — Roberto van der Ploeg

5 04 2014

Roberto van der  Ploeg, ( Holanda, 1955, radicado no Brasil desde 1979) leitura matutina  o_s_t_ 80x60 2010_Leitura matutina, 2010

Roberto van der Ploeg (Holanda, 1955) [radicado no Brasil desde 1979]

óleo sobre tela, 80 x 60 cm

www.ploeg.com.br

Roberto van der Ploeg nasceu em Valkenburg aan de Geul na Holanda em 1955. Ele veio em 1979 para o Brasil no contexto de um estudo de mestrado em Teologia Latino americana. Desde 1982 reside no Nordeste brasileiro. A mudança da teologia para a pintura não foi muito radical para Roberto Ploeg. Segundo ele teologia e arte são de essência metafórica porque as duas procuram apresentar de maneira pessoal, experiências universais em imagens literárias e visuais. Neste sentido o teólogo é um artista da palavra. O caminho pessoal de Ploeg foi da palavra à imagem visual. Ele fez sua formação artística através de vários cursos em instâncias culturais em Olinda e Recife (MAC, Oficina Guaianases, Escolinha da Arte, UFPE, IAC, Fundaj). Após anos de atividades como teólogo da libertação no Nordeste Brasileiro, ele opta em 1995 definitivamente pela arte.  Roberto Ploeg se considera um pintor figurativo. Sua técnica é tradicional: óleo sobre tela. Motivos e temas da sua caminhada pessoal desafiam sua criatividade. Sua arte é engajada sem querer ser ideológica ou transformadora. Ele quer simplesmente testemunhar e analisar seu próprio tempo. Sua preferência é a figura humana, para ele “a primeira paisagem”.





Palavras para lembrar — José Luís Peixoto

5 04 2014

gabriel ferrier (1847-1914) moça lendo na cama, ost,Moça lendo na cama, s/d

Gabriel Ferrier  (França, 1847-1914)

óleo sobre tela

“Os livros que tenho nas estantes formam um desenho de mim: o que quero lembrar e o que não quero esquecer”.

José Luís Peixoto





Flores para um sábado perfeito!

5 04 2014

NEWTON MESQUITA - (1948) Flores, 1996, astcm,100x100Flores, 1996

Newton Mesquita (Brasil, 1948)

acrílica sobre tela colada em madeira, 100 x 100 cm





Quadrinha do orgulho

5 04 2014

orgulhoso demais,

Orgulho é como se fosse

uma bolha de sabão:

com um sopro do destino,

espatifa-se no chão.

(Ailsa Alves Santos)








%d blogueiros gostam disto: