Uma grosa de livros lidos

12 04 2015

Young Woman in the Reading Room in a Library, Thomas Jakob RichterJovem na biblioteca

Autoria disputada. Charpentier?  Thomas J. Richter ?

óleo sobre tela.

 

 

Hoje o grupo de leitura Papa-livros completa 12 anos de atividades ininterruptas.  Foram 144 livros lidos.  Uma grosa.  Não é um pequeno sucesso.  Num país em que poucos têm o hábito da leitura essa é uma etapa a ser comemorada.  Das 20 pessoas ativas 4 estão nele desde o primeiro ano,  3 são “fundadoras” (pertencem desde de o primeiro encontro) e a quarta, a partir do segundo encontro. Mas temos algumas com 11 e 10 anos de grupo, 8 e assim por diante.

O grupo de leitura já passou por muitas transformações. Começou na casa de uma de nós. Hoje se encontra em lugar público. Já fomos um grupo misto, hoje somos só mulheres.  Decidimos que preferimos assim. Já tivemos falecimento, divórcio, reconciliação, viuvez,  netos, casamentos de filhos, divórcio de filhos, e tudo mais que aparece na vida normal de pessoas normais.  No momento, temos um filhote, bebê de menos de 1 ano, Pedro, nosso talismã. Gostamos de festas.  Fazemos duas por ano.  Hoje e no Natal. O grupo inclui pessoas dos 32 aos 86 anos. Somos católicos, judeus, budistas, ateus e tudo combinado… O que nos une é a vontade de ler.  Depois, gostamos das discussões sobre o que lemos. E aos poucos as amizades se estreitam. Mas pense bem, quantos amigos, que não trabalham com você, você vê durante o ano, pelo menos 12 vezes?  Garanto que não são muitos. Amizades não aparecem automaticamente, principalmente depois que somos adultos. No nosso caso, amizades vêm com os encontros mensais e encontros que cada um tem com membros do grupo, à parte, durante o mês. Com telefonemas. Com uma foto mandada por email; uma mensagem por celular. Encontros fora do grupo são incentivados, pois só assim as amizades conseguem florescer; se solidificam.

Incentivo todos que gostam de ler a participarem ou a formarem um grupo de leitura. Garanto que isso dará uma repaginada na sua vida.  É impressionante a pluralidade de reações a um livro, a uma obra, a um enredo. De repente vemos aquilo que lemos de uma forma diferente… Temos tido muito mais pedidos para entrada no grupo do que é possível atender.  O ideal são 12 pessoas.  Já havíamos aumentado para 15, por concessões a membros.  E recentemente, desde novembro do ano passado, passamos a ser 20, quando adotamos os membros órfãos do grupo de leitura Entrelinhas, nascido com a nossa bênção e que se desfez.  Ganhamos nós, porque tivemos uma renovada total, não só nas discussões como nas propostas de leitura.  Desde o início nos comprometemos a não ler os clássicos tradicionais.  Procuramos os livros que acabaram de ser lançados, ou algum que tenha impressionado alguém. Nossas discussões são informais, às vezes pendem para o lado pessoal, às vezes para a análise mais formal.  Com frequência falamos de história, de política, de problemas sociais. Muitas vezes de experiências que vivemos. Cada livro traz consigo uma variedade enorme de assuntos que podem ou não ser abordados.  Só depende da vontade do grupo.  Temos as profissões mais variadas: psicólogos e psicanalista, advogadas, escritora, arquiteta, artista plástica, ambientalista, relações internacionais, tradutora/intérprete, engenheira, mães de família, professoras de ioga, língua estrangeira e outras.

Quando fizermos quinze anos faremos uma grande festa, reunindo todos os membros presentes e passados.  Pensando longe?  Acho que não. Quando já se leu 144 livros, o que são 36 mais?  Nada… uma brisa…

Quero expressar publicamente o meu apreço a todas que contribuíram para mais um ano de atividades e sucesso. Sem a contribuição de cada uma não teríamos sucesso. Em ordem alfabética: Albertina, Ana Maria, Andréa, Chaia, Camille, Cibele, Elizabeth, Fabiana, Gisela, Inez, Léa, Luba, Lucia L., Lúcia S., Magali, Maria Eugênia, Melissa, Mônica, Rosi e Vera. Que venham mais 12 anos.  E muitos outros mais. Foi a dedicação de vocês, o comprometimento, a habilidade de se desvencilhar de obrigações uma vez por mês, a boa vontade de muitas vezes ler aquele livro que não agrada, a aceitação de que nem sempre as discussões são interessantes mas continuar para ver no que dá, a aceitação de opiniões contrárias ao que se pensa, e o respeito às decisões sempre democráticas. Por tudo isso, pelo calor humano, pela simpatia com o outro, pelo bom humor, pelo dar-se e receber, por tudo que temos feito juntas, o meu profundo agradecimento.  São vocês que fazem o grupo.  Eu, só organizo.  Aproveito para agradecer também ao nosso garçom favorito, Sr. Deusdeth, por sempre nos dar atenção tomando nota dos detalhes de cada pedido de exceção: “sem alface”, “com queijo”, “sem amendoim”, “posso substituir…”, etc. Não é fácil com 20 mulheres.  Enfim estou grata a todos. Pronta, para mais doze aventuras por ano!


Ações

Information

2 responses

12 04 2015
Muda Germinada de Jardins Alheios

Parabéns! Grande conquista, por todos os motivos citados, mas, principalmente, pelo prazer de ler e compartilhar.
Adoraria ter um clube assim em minha vida. Quem sabe um dia, quando puder fincar raízes num lugar só.
Sucesso e muitas leituras para vocês.
Abraço,
Janaina

12 04 2015
peregrinacultural

Janaína, sei do que está falando. Comecei o grupo depois de chegar ao Brasil. Estava aqui há cinco meses e não conhecia ninguém além da família e foi com ela que comecei. Depois de décadas morando longe do país, era difícil me entrosar… e funcionou. Vale a pena. Espero que você possa desfrutar de um grupo de leituras em breve. Obrigada pela gentileza do seu comentário. Ladyce

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: