Imagem de leitura — Dario Regoyos

23 06 2015

 

 

Retrato de Dolores Otaño, 1892, Dario Regoyos (Espanha, 1857-1913), ost, 55 x 35 cm, Museu da Rainha Sofia,Retrato de Dolores Otaño, 1892

Dario Regoyos (Espanha, 1857-1913)

óleo sobre tela, 55 x 35 cm

Museu da Rainha Sofia, Madri

 





Eu, pintor: Piero della Francesca

23 06 2015

 

piero-della-francescaAuto-retrato como soldado dormindo

DETALHE

Ressurreição, 1465

Piero della Francesca (Sansepolcro, 1416-1492)

Afresco e têmpera, 225 x 200 cm

Pinacoteca Comunale, Sansepolcro

 

A obra:

08resur1





Esmerado: Tapeçaria Belga, c. 1600

23 06 2015

 

 

71de39ef40a6caacc67465628159a6e6Imperador da antiguidade a cavalo, c. 1600

Tapeçaria de parede em lã e seda

Bruxelas, 298 x 380 cm

 

 





As flores e os pinheiros, poema de Machado de Assis

23 06 2015

 

Guilherme Matter (1904 -1978) plantação de trigo no Paraná.Plantação de trigo no Paraná

Guilherme Matter (Brasil, 1904-1978)

óleo sobre tela

 

 

As flores e os pinheiros

Machado de Assis *

 
Vi os pinheiros no alto da montanha
Ouriçados e velhos;
E ao sopé da montanha, abrindo as flores
Os cálices vermelhos.

Contemplando os pinheiros da montanha,
As flores tresloucadas
Zombam deles enchendo o espaço em torno
De alegres gargalhadas.

Quando o outono voltou, vi na montanha
Os meus pinheiros vivos,
Brancos de neve, e meneando ao vento
Os galhos pensativos.

Volvi o olhar ao sítio onde escutara
Os risos mofadores;
Procurei-as em vão; tinham morrido
As zombeteiras flores.

 

*Este poema é a tradução de Machado de Assis do poema publicado em francês do poeta chinês Tin-Tun-Sing.

 

 

Em: Antologia Poética para a Infância e a Juventude, selecionado por Henriqueta Lisboa, Rio de Janeiro, Instituto Nacional do Livro:1961,p. 173.








%d blogueiros gostam disto: