Na tradição clássica: duelo entre Heitor e Aquiles

28 06 2015

 

ps295662_lVaso para misturar vinho com água, 500 – 480 aEC.

Museu Britânico, Londres

 

O primeiro duelo descrito na literatura da cultura ocidental, a luta entre Heitor e Aquiles ilustra a borda externa desse vaso de 2500 anos atrás. Os personagens devidamente rotulados encenam o ponto mais alto, o clímax, da Ilíada de Homero.  Neste momento, Aquiles, à esquerda, dá um passo na direção de seu rival, à frente.  Já ferido, Heitor recua.  Aquiles, com uma fúria incontida, luta para vingar a morte de Pátroclo, seu amigo, primo e companheiro, que Heitor, príncipe herdeiro de Troia, havia matado, por engano, pensando que fosse o próprio Aquiles.  Diferente de Aquiles, que era filho da deusa Tétis, Heitor é um mero mortal, pai generoso, guerreiro ardente e corajoso.  A luta é desigual.  Assim mesmo ele vai a ela com toda a coragem de que dispõe.

No vaso vemos também Atena e Apolo. Atena atrás de Aquiles e Apolo deixando de proteger Heitor.  A luta estava ganha.

 

ps295663_l





Domingo, um passeio no campo!

28 06 2015

 

 

Carlos Borges,Outono,Gravura, 43 x 50 cmOutono

Carlos Borges (Brasil, 1959)

Gravura, 43 x 50 cm





Natureza maravilhosa! Flor-bonequinha

28 06 2015

 

Calceolaria uniflora-Pete Morris-1285Foto: Pete Morris

 

Essas flores, (Calceolaria uniflora), naturais da América do Sul, especificamente da Terra do Fogo, são comumente chamadas de FLOR BONEQUINHA, porque se assemelham a uma boneca com uma bandeja na mão. Elas são miudinhas, atingindo até 10 cm. Tem coloração amarela, branca e vermelho amarronzada. Sua pétalas parecem formar uma bandejinha para atrair insetos polinizadores. Há duas sub-espécies dessa flor. É ou não é sensacional?








%d blogueiros gostam disto: