Imagem de leitura — William Frederick Yeames

25 10 2016

 

 

wiliam-frederick-yeames-flores-do-dia-c-1900-inglaterra1835-1918Flores do dia, 1900

William Frederick Yeames (Inglaterra, 1835-1918)

óleo sobre tela, 35 x 45 cm

Salvar





Um bebê, poesia de Paulo Setúbal

25 10 2016

 

 

Bebe acordado, maud Tousey FangelIlustração de Maud Tousey Fangel.

 

 

Um bebê

Paulo Setúbal

 

Um bebê… Ai que ventura

Do nosso peito extravasa!

Há um mês que é a nossa loucura,

Que é a joia da nossa casa.

 

Mimo não há, sem enleio,

Que mais alinde as vivendas,

Do que um bercinho bem cheio

De laçarotes e rendas.

 

E nesse ninho de luxo,

— Com dois berloques e um guiso,

Ver um petiz, bem gorducho,

Que nos envia um sorriso.

 

Ah! Nada eu sei de mais preço,

Nem nada mais inocente,

Do que um sorriso travesso

Numa boquinha sem dente!

 

E ao ver-te, entre o fofo arranjo

Do teu bercinho tão doce,

Eu sinto bem que és um anjo

Que Deus ao mundo nos trouxe…

 

E assim, bebê cor de leite,

Com olhos da cor do mar,

Tu és o único enfeite

Do nosso lar!

 

 

Em: Alma cabocla, poesias de Paulo Setúbal, Paulo Setúbal, São Paulo, Ed. Carlos Pereira:s/d, 5ª edição [ Primeira edição foi em 1920]p. 179-180.

 

Salvar





Esmerado: verso de espelho em marfim, c. 1330-1360

25 10 2016

 

 

f8cc283805552693be56a3db00e5dd2bVerso de espelho com grupo de falcoaria, 1330-1360

Marfim

Artesania francesa, 9,5 x 9,5 x 1 cm

Metropolitan Museum, Nova York

 

 

Muitos espelhos na época eram emoldurados em marfim esculpido por escultores denominados “pigniers” que também se especializavam em pentes.  Entre os produtos mais populares  dos eborários góticos, estavam os espelhos, em geral feitos aos pares para serem guardados virados um para o outro para proteger a superfície de metal polido, comumente vendidos em estojos de couro.  O tema neste caso é uma atividade nobre, falcoaria, e indica que o espelho foi feito para um cliente aristocrático. Inventários medievais confirmam que esses objetos frequentemente pertenciam a famílias nobres.

Metropolitan Museum

 

Nota: eborário é a pessoa que trabalha esculpindo o marfim.

Salvar

Salvar








%d blogueiros gostam disto: