O elefantinho, poesia infantil de Vinícius de Moraes

22 10 2017

 

 

elefante e abacaxi

 

O elefantinho

 

Vinícius de Moraes

 

Onde vais, elefantinho,

correndo pelo caminho,

assim tão desconsolado?

Andas perdido, bichinho,

espetaste o pé no espinho,

que sentes, pobre coitado?

 

— Estou com um medo danado

encontrei um passarinho.

 

Em: O mundo da criança, vol. 1: poemas e rimas,  Rio de Janeiro, Editora Delta: 1971, p. 61.

Em:





Domingo, um passeio no campo!

22 10 2017

 

 

ÁLVARO PAULO SÊGA (Brasil, 1917 -1991)- Margem do Rio Piracicaba - Óleo sobre tela - 1941Margem do Rio Piracicaba, 1941

Álvaro Paulo Sêga (Brasil, 1917 -1991)

óleo sobre tela








%d blogueiros gostam disto: