Arrumando as estantes

28 03 2018

 

 

biblioteca, Jean Calhoun, AmericanGirl1932-11Ilustração de Jean Calhoun, para capa de American Girl, Novembro 1932.

 

 

São mais ou menos 1200 livros, espalhados pela casa. Esse é um cálculo geral.  Multipliquei os livros pelo número de prateleiras de cada estilo.  Não parecem ser tantos.  Eram mais.  Doei, larguei, me despedi de pelo menos uns 200 com a mudança.  Hoje mesmo selecionei  9 volumes de livros de arte e alguns de clássicos da literatura que tinha em duplicata com traduções diferentes. Desde que a grande estante foi montada, já passei adiante mais de 40 volumes.  É pouco em relação ao todo, mas ajuda.

Meu maior problema é como organizar para encontrar rapidamente o livro que procuro.  A antiga disposição não era eficiente e retratava meus interesses de oito anos atrás, desde a última mudança.  Aquela foi radical pois, convencida de que jamais iria lidar com história da arte,  fazia mais de 15 anos que não lidava com isso, chamei um sebo do centro da cidade e com ele se foram 450 livros de arte.  Ironia do destino.  Ano e meio se passa e fui chamada para dar aulas de estilo em uma escola design de interiores.  Estas aulas me levaram a dar um curso de história da arte por 4 anos para uma turma interessadíssima o que, por sua vez, me levou de volta às salas de aula no nível universitário e pós-graduação.  Como é o provérbio popular?  A gente põe e Deus dispõe.  Sim, provou ser verdadeiro mais uma vez.

Desta vez separei as coisas de maneira diferente. Dei maior ênfase à ficção: brasileira e estrangeira.  Separei em duas … DUAS!!!! … longas prateleiras os livros em português que pretendo ler em futuro próximo. Não são só de autores que escrevem em português.  Mas livros em português.  No entanto, três longas prateleiras para história medieval não foram suficientes.  Não sei ainda como subdividir (textos originais x comentários?)  essa estante tende a ser multiplicada já que contemplo uma publicação no campo. Clássicos americanos e ingleses, em inglês: Chaucer, Shakespeare, Keats, Poe, Hawthorne, Melville, Emerson, Thoreau, James, e outros, uma área dedicada às especialidades do cara-metade.  Clássicos gregos, romanos, filósofos, etc. ocupam prateleiras próprias, quase todos em inglês ou francês.  Realmente não os tenho em português e muitos deles não têm tradução.  Sempre me pergunto a razão de certos textos serem tão difíceis de se encontrar a preços razoáveis.  O asno de ouro de Lúcio Apuleio, essencial para qualquer educação redondinha, ou está esgotado ou está caro.  Versões, interpretações modernas, de Jung, ou outros existem, mas e o texto original?  De que adianta sabermos interpretações se não conhecemos o original?  Textos dos santos: Santo Anselmo, S. Tomás de Aquino, Santa Teresa, Santo Agostinho assim como A Lenda Dourada de Jacopo de Voragine,  entre outros fora da norma, como coletânea de textos não incluídos na bíblia, contemporâneos aos textos bíblicos, livros sobre a Cabala, textos sobre o Éden anteriores à era  cristã, todos entraram em medieval e renascença.

Há livros de psicologia e filosofia aos montes. Muitos sobre o cristianismo, porque ele moldou o pensamento ocidental. Mesmo assim, desta vez foram-se as bíblias.  Tínhamos cinco bíblias em casa: católica, protestante, etc.  Ficamos com a publicada pela Oxford University Press, sem denominação, mas com toda a Apócrifa. Outra área de interesse são relatos de viagem.  Tenho de todos os tipos de diversos séculos diferentes e lugares variados. Estes mereceram uma prateleira inteira, porque gosto de ler sobre isso.  E aí coloco Marco Polo ao lado de Freya Stark?  E assim continuo.  Claro que uma área está habitada pelos 73 livros de cozinha brasileira, portuguesa, americana, italiana, francesa, inglesa, africana, oriental: a mente precisa de bons textos mas o corpo depende da boa comida.

Está difícil de organizar.


Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: