Rio de Janeiro, minha cidade natal!

31 08 2018

 

 

José Benigno, Copacabana, Óleo sobre placa, 30 alt X 40 larg (cm), acid, 2010Praia de Copacabana, 2010

José Benigno (Brasil , 1955)

óleo sobre placa, 30 x 49 cm





O escritor no museu: George Eliot

30 08 2018

 

 

George Eliot by Alexandre Louis François d_Albert DuradeGeorge Eliot, c. 1850

Alexandre Louis François d’Albert Durade (Suíça, 1804 – 1886)

óleo

National Portrait Gallery,  Londres





“O canto do pássaro”, Marcel Proust

30 08 2018

 

 

hand-painted-french-taperstry-scenery-on-canvas-panel-8796Tapeçaria francesa pintada à mão.

 

 

“A meia altura de uma árvore indeterminada, um pássaro invisível empenhava-se em que fosse breve o dia, explorando com uma nota prolongada a solidão circundante, mas recebia desta uma réplica tão unânime, um contragolpe tão reduplicado de silêncio e imobilidade que dir-se-ia que ele acabava de parar para sempre o instante que procurava fazer passar mais depressa.”

 

Em: Em busca do tempo perdido, No Caminho de Swann, volume I, Marcel Proust,  tradução de Mário Quintana, Rio de Janeiro, Editora Globo: 1981, 7ª edição, página 120





Hoje é dia de feira: frutas e legumes frescos!

29 08 2018

 

 

ESTEVÃO SILVA, (BRASIL, 1841-1891)Natureza Morta,ost, 1889, 66 x 83 cmNatureza morta, 1889

Estevão Silva (Brasil, 1841-1891)

óleo sobre tela, 66 x 83 cm





Imagem de leitura — Marzena Naliwajko

29 08 2018

 

 

 

IslBGOlga, 2006

Marzena Naliwajko (Polonia, 1964)

óleo sobre tela, 160 x 110 cm





Nossas cidades: Ouro Preto

28 08 2018

 

 

RODOLFO WEIGEL (1907-1987). Cena Urbana com Personagens em Ouro Preto - MG, óleo s tela, 47 X 37. Década de 40.Cena urbana com personagens em Ouro Preto, MG, década de 1940

Rodolfo Weigel ( Brasil, 1907-1987)

óleo sobre tela, 47 X 37 cm





Lendo: “Se o grão não morre”, de André Gide

28 08 2018

 

 

DSC03899Lendo:

Se o grão não morre

André Gide, tradução: Hamilcar de Garcia

Nova Fronteira: 1982, 282 páginas

 

SINOPSE

Autobiografia interpretada em que o autor mostra que o ser humano deve conhecer a sensualidade e o pecado, viver até o fim a agonia e a morte de Deus. Obra classificada por alguns críticos como romance de formação.

 

 

 





Na boca do povo: escolha de provérbio popular

27 08 2018

 

 

fim 7Cascão e Jeremias, ©Maurício de Sousa.

 

 

“A sorte faz parentes, a escolha faz amigos.”

 





Antes do voo da ave, Fernando Pessoa

27 08 2018

 

 

 

sky-and-water-ii.jpg!LargeCéu e água II, 1938

M.C. Escher ( Holanda, 1898-1972)

Xilogravura

 

XLIII

 

Antes do voo da ave

 

Antes do voo da ave,

que passa e não deixa rasto,

Que a passagem do animal

que fica lembrada no chão.

A ave passa e esquece,

e assim deve ser,

O animal,

onde já não está

e por isso de nada serve,

Mostra que já esteve,

o que não serve para nada.

A recordação

é uma traição à Natureza,

Porque a Natureza

de ontem não é Natureza.

O que foi não é nada,

e lembrar é não ver.

 

Passa, ave, passa,

e ensina-me a passar!

 

 

Em: Poemas completos de Alberto Caeiro, Mensagem, Fernando Pessoa, Lima, Peru, Los Libros Mas Pequeños del Mundo: 2011, páginas 149-150.

 

 





Imagem de leitura — Mary Bradish Titcomb

26 08 2018

 

 

 

915_LANDIS101105ED13Senhora com casaco vermelho, c. 1922

Mary Bradish Titcomb (EUA, 1858-1927).

óleo sobre tela

Landis Collection








%d blogueiros gostam disto: