Em casa: Louis Ritman

31 01 2021

Mulher jogando paciência

Louis Ritman (EUA, 1889 – 1963)

óleo sobre tela





Flores para um sábado perfeito!

30 01 2021

Flores, 1961

Willy Zumblick (Brasil, 1913-2008)

óleo sobre tela, 80 x 60 cm





Rio de Janeiro: uma joia tropical

29 01 2021

Praça da República, 1937

Milton Dacosta (Brasil, 1915 – 1988)

óleo sobre madeira, 18 x 22 cm





Imagem de leitura: Albert Bertalan

28 01 2021

No ateliê, 1938

Albert Bertalan (Hungria, 1899-1957)

óleo sobre tela





Hoje é dia de feira: frutas e legumes frescos!

27 01 2021

Natureza morta, 1974

Antônio Pacheco Ferraz (Brasil, 1904 – 2006)

óleo sobre placa, 50 x 60 cm





Nossas cidades: São Paulo

26 01 2021

Parque Pedro II, 1950

Innocêncio Borghese (Brasil, 1897 – 1985)

óleo sobre papel, 20 x 30 cm





A flor e a nuvem, fábula de Lachambeaudie e Paula Brito

25 01 2021
 
 
A flor e a nuvem

 

Paula Brito

 

[ Fábula de Lachambeaudie]

 

Reina o estio.  — No vale

Lânguida flor emurchece

E  chama, p’ra socorrê-la

Uma nuvem, que aparece.

 

“Tu que do Aquilão nas asas

Vais pelo espaço a correr,

Vê que de calor me abraso,

Vem, não me deixes morrer.

 

“Com essas águas, que levas

A minha dor, refrigera.”

“— Tenho missão mais sagrada,

Agora não posso — espera.”

 

Disse e foi-se!… De abrasada

Cai e espira a flor tão bela:

Volta a nuvem e despeja

Quanta água tinha sobre ela…

 

Era tarde!…

 

MORALIDADE

 

Quase sempre

Quando um desditoso chora,

Rara vez no mundo encontra

Remédio ao mal que o devora;

 

Mas quando sucumbe ao peso

Da desgraça que o persegue,

Mudam-se as cenas — louvores

Então não há quem lhe negue.

 

Mas que vale esse aparato

Da verdade ou da impostura?

Nem lírios, nem goivos tiram

Os mortos da sepultura.

 

Em: O Espelho, revista de literatura, modas, indústria e artes, 4 de setembro de 1859, página 21.

 

 

Francisco de Paula Brito  ( RJ 1809 – RJ 1861) –  tipógrafo, editor, jornalista, escritor, poeta, dramaturgo, tradutor e letrista.   Foi aprendiz na Tipografia Nacional.   Trabalhou em seguida, em 1827 no Jornal do Comércio. Em 1831 passa a livreiro e editor com  Tipografia Fluminense de Brito & Cia.  Em 1833 lança o jornal O Homem de Cor, primeiro jornal brasileiro contra o preconceito racial.  É na sua editora que se forma a “Sociedade Petalógica”, grupo de poetas, compositores, atores, líderes da sociedade, ministros de governo, senadores, jornalistas e médicos que “constituíam movimento romântico de 1840-60”  Por outro lado, a tipografia de Paula Brito serviu também de ponto de encontro entre músicos populares [ Laurindo Rabello e Xisto Bahia, por exemplo] e poetas românticos.  A combinação produziu muitas parcerias musicais, principalmente no gênero das modinhas, que serviriam de embrião para a música popular urbana, popular no Rio de Janeiro nas primeiras décadas do século XX.

 Obras:

Anônimas, poesia, 1859

O triunfo dos indígenas, teatro, sd

Os sorvetes, teatro, sd

O fidalgo fanfarrão, teatro, sd

A revelação póstuma, conto, 1839

A mãe-irmã, conto, 1839

O Enjeitado, conto

A marmota na Corte, periódico humorístico, 1849  

A Maxambomba, teatro   

A mulher do Simplício, ou A fluminense  exaltada, periódico humorístico, 1832  

Ao dezenove de outubro de 1854, dia de S. Pedro de Alcântara, nome de S. M. o Sr. D. Pedro II, poesia   

Biblioteca das senhoras, 1859  

Elegia à morte de Evaristo Xavier da Veiga, poesia, 1837  

Fábulas de Esopo para uso da mocidade, arranjadas em quadrinhas, poesia, 1857  

Monumento à memória do brigadeiro Miguel de Frias Vasconcellos e de seu irmão Francisco de Paula, 1859  

Norma, teatro, 1844  

Oferenda aos brasileiros, sd   

Os Puritanos, teatro 1845  

Poesias de Francisco de Paula Brito, poesia, 1863  

 —–

Pierre Lachambeaudie (França, 1807 – 1872) foi um escritor de fábulas francês.





Em casa: Lionel Bulmer

24 01 2021

Chá na casa de campo

Lionel Bulmer (GB, 1919 – 1992)

óleo sobre tela, 51 x 41 cm





Agradecimentos

23 01 2021

Este livro está à venda nos seguinte locais:

Amazon do Brasil

Livraria da Travessa no Rio de Janeiro

e direto na própria editora no seguinte link:

https://www.autografia.com.br/produto/a-meia-voz-2/

Haverá edição em e-book em breve. Agradeço todos os contatos.

Livro lançado durante a pandemia do CORONA VIRUS no Rio de Janeiro. Não há como ter um volume autografado no momento. Não houve noite de autógrafos por causa das circunstâncias de saúde da cidade.

Caso precisem me contatar: ladyce@terra.com.br

GRATA!





Flores para um sábado perfeito!

23 01 2021

Vaso de flores, 1939

Leopoldo Gotuzzo (Brasil, 1887 – 1983)

óleo sobre madeira, 36 x 23 cm








%d blogueiros gostam disto: