Livros, Ruth Ozeki

12 07 2021
Mesa de vidro na biblioteca, 2003
Avigdor Arikha, (Israel, 1929-2010
óleo sobre tela, 65 x 81 cm
 
 

“Gostavam de livros, todos os livros, mas em especial dos antigos, e eles transbordavam pela casa. Havia livros por todos os lados, empilhados em estantes e amontoados no chão, nas cadeiras, nos degraus da escada, mas nem Ruth nem Oliver ligavam. Ruth era romancista, e romancistas, Oliver afirmava, tinham que ter gatos e livros. E realmente, comprar livros era era o consolo que ela encontrava por ter mudado para uma ilha remota no meio de Desolation Sound, onde a biblioteca pública era uma salinha úmida em cima de um centro comunitário infestado de crianças. Além da seção vasta e cheia de dobras  de literatura juvenil e alguns títulos adultos populares, a coleção da biblioteca parecia consistir primordialmente de livros sobre jardinagem, enlatamento,segurança alimentícia, energia alternativa e escolarização alternativa. Ruth sentia falta da abundância e diversidade das bibliotecas urbanas, de suas amplidões silenciosas, e quando ela e Oliver se mudaram para a ilhota, concordaram que ela poderia encomendar qualquer livro que quisesse, e Ruth o fazia…

Em: A terra inteira e o céu infinito, Ruth Ozeki, Rio de Janeiro, Casa da Palavra: 2014,tradução de Daniela P. B. Dias e Débora Landsberg,  página 17.








%d blogueiros gostam disto: