Curiosidade: nomes de mulheres em Portugal medieval

5 06 2015

 

 

cidade das mulheres, christne pizan[DETALHE] Iluminura
O livro da cidade das mulheres, por Cristina de Pisano, c. 1410-1414
[também conhecido como O livro das rainhas]
Atribuído ao Mestre da Cidade das Mulheres e ateliê do Duque de Borgonha
Harley 4431, folio 290
Harley Manuscript Collection, Biblioteca Britânica, Londres

 

Feriado leva a arrumação de estantes e a descobertas dentro de casa…  Nesta semana me deparei com uma pequena lista de nomes femininos usados no período medieval em Portugal, neste caso específico, no Alentejo, do século XV. Incrível como a maioria dos nomes está presente até hoje, 600 anos depois. Como sou responsável pela continuação das árvores genealógicas do lado de pai e mãe, acabei achando o nome de duas antepassadas que viveram no final do século XVIII e início do XIX no interior do estado de São Paulo [área de Ribeirão Preto] e Mato Grosso: Brites e Brígida.

Aqui vai a lista em ordem de popularidade:

Beatriz ou Brites, Catarina, Isabel, Inês, Leonor, Maria, Mor, Constança, Guiomar, Margarida, Aldonça, Ana, Brígida, Cecília, Helena, Iria, Policena, Urraca.

Muito bom para quem deseja escrever romances históricos ou para futuras mamães…   Fato é que um desses nomes já está presente na minha família na geração que hoje tem menos de cinco anos: Beatriz.

 

Em: Imagens do mundo medieval, Iria Gonçalves, Lisboa, Livros Horizonte, capítulo: Amostra de antroponímia alentejana do século XV, p. 77

 








%d blogueiros gostam disto: