Soneto de Bernardino Lopes do livro Cromos (1881)

31 03 2014

ANITA MALFATTI (1889 - 1964),O Samba, 1940,ost, 39x49cmO Samba, 1940

Anita Malfatti (Brasil, 1889-1964)

óleo sobre tela, 39 x 49 cm

XXII

Bernardino Lopes

Homens e moças, crianças,

Todos vêm fora, ao terreiro.

Um deles, chamando às danças,

Põe-se a rufar no pandeiro…

Principia a cantarola…

Um camponês de unha adunca

Ponteia alegre a viola.

Faz um luar como nunca!

Salta um rapaz no fadinho;

Uma mulher, de corpinho,

Vem requebrando de lá;

E a meninada bizarra

Faz uma grande algazarra

Brincando de tempo-será*.

* O negrito é do texto original.

Em: Cromos, Bernardino Lopes, 1881

Abaixo a  brincadeira tempo-será.

Tempo será — brincadeira de pique. As crianças escolhem um pegador. Ele e as outras crianças então recitam o seguinte:

Pegador — Tempo será.
Crianças — De cericecó.
P — Laranja da China.
C — Pimenta em pó.
P — Pinto que pia?
C — Pi-pi-ri-pi.
P — Galo que canta.
C — Cocorocó
P — Quem é o durão?
C — Só eu só.
P — Olha que lhe pego.
C — Não é capaz.
P — Olha que lhe pego.
C — Se for capaz…

Todos fogem do pegador. O primeiro que for pego será o pegador seguinte.





Mensagem de Natal, poema de Afonso Louzada

19 12 2008

anita-malfatti-natividade-ost-65x81sd

Natividade, sd

Anita Malfatti, Brasil (1889-1964)

Óleo sobre tela  65 x 81cm

 

 

 

 

 

 

 

MENSAGEM DE NATAL

 

 

                                 Afonso Louzada

 

 

Glória a Deus nas alturas, meus irmãos,

e paz na terra aos homens que são bons.

Todos se dêem fraternalmente as mãos,

abrindo para o amor os corações.

 

Da concórdia os clarins, pelos desvãos,

estão cantando os sacrossantos sons

e se ilumina o mundo dos cristãos

na apoteose triunfal de seus clarões.

 

Glória a Deus nas alturas, paz na terra.

Brilhe a estrela do amor, gloriosamente,

depois da horrenda maldição da guerra.

 

E para sempre a fé que nos irmana

abençoe este mundo impenitente,

para a imortalidade da alma humana.

 

 

Do livro:

 

 

 

SONETOS, Affonso Louzada, Rio de Janeiro, 1956, 2ª edição-aumentada.

 

Affonso Montenegro Louzada – (RJ – 1904 — ?), poeta, ensaísta, crítico, jornalista, teatrólogo, advogado, membro da Sociedade Homens de Letras do Brasil.  Hoje em diversos livros de referencia seu nome é encontrado assim: Afonso Lousada.

 

 

 Obras: 

Peço a palavra, (1934),  – fábulas me versos.

La Fontaine (1937) ensaios sobre fábulas.

Melo Matos, o apóstolo da infância, (1938 )

O cinema e a literatura na educação da criança (1939)

O problema da criança (1940)

Delinqüência infantil (1941)

A ação do Juízo de Menores (1944

Tempo abandonado ( 1945) – versos

Notas sobre a assistência a menores (1945)

Noturnos (1947) – versos

Literatura infantil (1950)

Histórias dos bichos (1954) – fábulas em versos.

 

 

Anita Catarina Malfatti (São Paulo, 2 de dezembro de 1889 — São Paulo, 6 de novembro de 1964) foi uma pintora, desenhista, gravadora e professora brasileira.

 

 








%d blogueiros gostam disto: