Nossas cidades: Bauru

3 09 2019

 

 

MARIO ZANINI (1907-1971). Paisagem Urbana em Bauru - SP, óleo stela, 36 X 45. Assinado no c.i.e.Paisagem Urbana em Bauru,SP

Mário Zanini (Brasil, 1907-1971)

óleo sobre tela, 36 X 45 cm





Domingo, um passeio no campo!

1 09 2019

 

 

 

Ernesto de Fiori, Paisagem – ost, 1942 - 39 x 49Paisagem, 1942

Ernesto de Fiori (Itália/Brasil, 1884 – 1945)

óleo sobre etela, 39 x 49 cm





Flores para um sábado perfeito!

31 08 2019

 

 

Renato Meziat (Brazil, b. 1952)Red Painting, 2008, ost, 89.9 × 124.8 cmPintura em vermelho, 2008

Renato Meziat (Brasil, 1952)

óleo sobre tela, 90 × 124 cm





Imagem de leitura — Arne Westerman

30 08 2019

 

 

 

arne westerman, I think we met beforeAcho que já nos encontramos

Arne Westerman (EUA, 1927 – 2017)

acrílica sobre tela, 60 x 76 cm





Hoje é dia de feira: frutas e legumes frescos!

28 08 2019

 

 

 

ATAN LISBOA DE MEIRELLES – `Natureza morta`, óleo sobre tela, assinado no canto inferior esquerdo e datado de 1959.

Natureza morta, 1959

Atan Lisboa de Meirelles (Brasil, 1905 – ?)

óleo sobre tela, 95 x 128 cm





“McDonald’s in Paris”, por Martin Page

26 08 2019

 

 

 

Hemingway in Paris, by Michela Akers.Hemingway in Paris, gravura de Michela Akers.

 

 

“Desceu para tomar o café da manhã no MacDonald’s. Não se achava merecedor de mais do que um suco de laranja azedo e um croissant gorduroso. Deixou de lado o saquinho de chá e bebeu a água quente. Seu vizinho de mesa, um homenzinho com um boné de golfe todo roído de traça, uma barba de quinze dias e uma camisa suja, comia batata frita e bebia um refrigerante; sua mão pairava sobre um bolo de chocolate como se o protegesse. Virgile não admitiria isso para ninguém, mas gostava de ir ao McDonald’s. Não era um local agradável ou bonito, mas sentia-se em casa ali. Se Hemingway desembarcasse em Paris nos dias de hoje, já não teria recursos para frequentar os cafés como fazia na década de 1920. O único canto onde poderia se instalar para beber um café e escrever seria o McDonald’s. Em nenhum outro lugar uma pessoa pode se refugiar no calor durante horas por uma quantia módica. Os pobres, os estudantes e o pessoal da periferia sabem muito bem disso; podem-se checar e-mails, estudar para uma prova ou para as aulas, escrever; os moradores de rua leem os jornais de distribuição gratuita e fingem beber alguma coisa de um copo que pegaram em uma bandeja. A ideia de um local de alimentação para pessoas simples fora deixada nas mãos de uma caricatura de empresa capitalista. O fast-food tornara-se o único local caloroso, vivo e popular.  Era deprimente.”

 

Em: Talvez uma história de amor, Martin Page, tradução de Bernardo Ajzenberg, Rio de Janeiro, Editora Rocco: 2009, páginas 69-70.





Flores para um sábado perfeito!

24 08 2019

 

 

Bonadei, vaso com flores, 1970, ost,48 x 40 cmVaso com flores, 1970

Aldo Bonadei (Brasil, 1906-1974)

óleo sobre tela, 48 x 40 cm








%d blogueiros gostam disto: