Soneto à Bomba Atômica, de Lêdo Ivo

8 08 2016

 

 

atomic-garden-ii-carissa-rose-stevensJardim Atômico II, 2010

Carissa Rose Stevens (EUA,contemporânea)

aquarela e marcador permanente sharpie

 

 

Soneto à Bomba Atômica

Lêdo Ivo

 

 

O mundo em peso cai-me sobre os ombros

e em seguida se evola, sol de urânio.

Arquipélago branco, sai da terra

a rosa nuclear da anunciação.

 

Fossem meus braços límpidas colunas

e eu deteria o mundo enfurecido

por esta luz atômica que sobe

ao convívio dos céus despedaçados.

 

Ó corola de átomos, leitosa

flor da quinta estação da terra em pânico

que se exibe à feição do Apocalipse,

 

sê para nós igual à rosa branca

da paz, sempre banhada pelo orvalho

monumental das lágrimas dos homens!

 

 

Em: Central poética, Lêdo Ivo,  Rio de Janeiro, Nova Aguillar: 1976, p. 98-9.

Salvar





Aviões inimigos jogam 7 bombas — Revolução de ’32

2 08 2008

 

Avião da federação bombardeado por forças revolucionárias

Avião da federação bombardeado por forças revolucionárias.

 

1° de agosto de 1932

 

Passam tropas voluntárias para o sul – Buri e Guapiara.  Animação entre os soldados paulistas.

 

 

♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦

 

 

 

2 de agosto de 1932

 

 

Pequenas escaramuças nas frentes de Buri e Guapiara.  Visita de três aviões inimigos à cidade, onde jogaram bombas em n° de 7.

 

 

♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦

 

 

 

 

Transcrição do Diário de Gessner Pompílio Pompêo de Barros (MT 1896 – RJ 1960), Itapetininga, SP, página 133, em referência à Revolução Constitucionalista de 1932.

 

 

 

Combatendo a aviação governista

Combatendo a aviação governista.





A luta continua no sul do Estado de São Paulo, 1932

31 07 2008

 

Campanha para o enlistamento de 200.000 -- Acervo Laire Jorge Giraud

     Campanha para o alistamento de 200.000  — Acervo Laire Jorge Giraud

 

31 de julho de 1932

 

Boatos, muitos boatos.  Boatos tolos e boatos inteligentes, adrede preparados por gente fina.   Já se começa a falar da beligerância de São Paulo.  O povo recrudesce o seu entusiasmo.  Há já mais esperança na vitória, coisa que havia arrefecido no quarto ou quinto dia da revolução.

 

♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦ 

 

 

 

Transcrição do Diário de Gessner Pompílio Pompêo de Barros (MT 1896 – RJ 1960), Itapetininga, SP, página 131-132, em referência à Revolução Constitucionalista de 1932.





Itapetininga: o povo se acostuma às bombas!

30 07 2008

Luta nas trincheiras, Revolução de 1932

         Luta nas trincheiras, Revolução de 1932, Estado de São Paulo.

 

Itapetininga, 28 e 29 de julho de 1932

 

 

 

Descem tropas para as localidades do sul.  Há grande ansiedade pela terminação da luta.  Reina desânimo na população, posto que os soldados marcham resolutos para as trincheiras.

 

♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦

 

 

Há relativa calma na cidade.  O povo já se habituou aos combates a poucos quilômetros  e às visitas dos aviões que aqui desovam de vez em quando, algumas bombas.

 

♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦

 

 

 

 

Transcrição do Diário de Gessner Pompílio Pompêo de Barros (MT 1896 – RJ 1960), Itapetininga, SP, página 131-132, em referência à Revolução Constitucionalista de 1932.

 

 

♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦

 

Enquanto isso, na capital e no resto do estado a população dá apoio total sem restrições às tropas e soldados voluntários.  São Paulo, capital, Revolução de 1932.

 

♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦

 

 

Itapetininga, 30 de julho de 1932

 

 

 

Continuam prisões de pessoas suspeitas.  É geral o ardor do paulista pela causa de S. Paulo.  Nota-se grande animação por parte dos soldados que aqui chegam para combater as forças do governo federal.  

 

 

 Transcrição do Diário de Gessner Pompílio Pompêo de Barros (MT 1896 – RJ 1960), Itapetininga, SP, página 132, em referência à Revolução Constitucionalista de 1932.

 

♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦

 








%d blogueiros gostam disto: