Algumas mulheres na arte brasileira, vistas por eles

8 03 2015

ADELSON DO PRADO (1944) Flores Amarelas, o.s.t. - 61 x 50 cm. Ass. dat. 2002Flores amarelas,2002

Adelson do Prado (Brasil, 1944)

acrílica sobre tela, 61 x 50 cm

 

Alberto da Veiga Guignard, A jovem colegial, 1955, osm, 50 x 40cm,Museu de Arte da PampulhaA jovem colegial,1955

Alberto da Veiga Guignard (Brasil, 1896-1962)

óleo sobre madeira, 50 x 40 cm

Museu de Arte da Pampulha

 

ARLINDO CASTELLANE,Retrato de Adelina, 1942,ost,46 x 38 cm, Instituto de artes, ufrgsRetrato de Adelina, 1942

Arlindo Castellani (Brasil, 1910-1985)

óleo sobre tela, 46 x 38 cm

Instituto de Artes, UFRGS

 

CLAUDIO FONTES - As Três Graças (XXX) - ost - 90 x 120 - Datado 2003As três graças, 2003

Cláudio Fontes (Brasil, 1939)

óleo sobre tela, 90 x 120 cm

 

DI CAVALCANTI - Retrato feminino - OST  - 70 x 90 cmRetrato feminino, s.d.

Di Cavalcanti (Brasil, 1897-1976)

óleo sobre tela, 70 x 90 cm

 

 

Eugênio Paxelly (Brasil, contemp) No salão azul, ano 2012, 59x44,5,cm,  Acrilica sobre TelaNo salão azul, 2012

Eugênio Paxelly (Brasil, contemporâneo)

acrílica sobre tela, 59 x 44 cm

 

Gustavo Rosa, (Brasil 1946) Mulher com ros, 2005, ost,65x54cmMulher com rosa, 2005

Gustavo Rosa (Brasil, 1946-2013)

óleo sobre tela, 65 x 54 cm

 

HENRIQUE BERNADELLI - Moça OST, 1919. Med. 65x45 cm.Moça, 1919

Henrique Bernardelli (Chile/Brasil, 1857-1936)

óleo sobre tela, 65 x 45 cm

 

 

Henrique Cavalleiro,Baiana,1943,ost- 96,5 x 76,5 cmBaiana, 1943

Henrique Cavalleiro (Brasil, 1892-1975)

óleo sobre tela, 96 x 76 cm

 

 

Orlando Teruz, Mulata, ost, 1965, 75 x 60 cmMulata, 1963

Orlando Teruz (Brasil, 1902-1984)

óleo sobre tela, 75 x 60 cm

 

Oscar Pereira da Silva,Mulher e borboleta,1937,oscartão - 28 x 23 cmMulher e borboleta, 1937

Oscar Pereira da Silva (Brasil,1865-1939)

óleo sobre cartão, 28 x 23 cm

 

Siron Franco, Uma rainha qualquer, 1981, ost, 50x60Uma rainha qualquer, 1981

Siron Franco (Brasil, 1947)

óleo sobre tela, 50 x 60 cm

 

Heros Lima (1916-1987)Mulher(1975)Óleo sobre tela55 x 45 cmMulher, 1975

Heros Lima (Brasil, 1916-1987)

óleo sobre tela, 55 x 45 cm





4.000.000 de visitantes únicos a este blog!

8 06 2012

Visitas, ilustração de J. H. Wingfield.

Uma pausa para agradecer!

Hoje chegamos ao marco de 4.000.000 – quatro milhões de acessos únicos a este blog.

Não sei bem o que pensar ou dizer.

Você é responsável por essa contagem, que nos coloca entre um dos blogs no Brasil de maior visibilidade no campo da cultura.  A você que apoia, que prestigia, que divulga;  a você que é seguidor diário, aos leitores que me mandam ideias, que respondem, que comentam, que param por um minuto para pensar e me incentivam participando comigo nessa “loucura” coletiva de pensar a cultura brasileira, aqui fica o meu agradecimento.

ESTATÍSTICAS PARA QUEM QUER SABER O QUE SE PASSA POR TRÁS DAS TELAS:

São 4.000.000 de visitas em 4 anos, nosso  aniversário é no dia 16 deste mês.

Primeira postagem: 16/06/2008.

Para um total de 2.367 postagens.

Comentários aprovados: 3.934

Comentários rejeitados: 362

Comentários em SPAM: 7.643

Atual média de visitas diárias: 6.500

Dia com maior nº de visitas: 13 de março de 2012 = 10.412. (Desconheço o motivo)

Durante a semana o blog recebe entre 7.500 a 8.000 visitas de 2ª a 5ª.

As visitas caem consideravelmente de 6ª até domingo à noitinha, quando começam a subir assustadoramente, nas últimas horas do fim de semana.

Dezembro e janeiro são os meses com menor número de acessos.

A grande maioria dos meus visitantes acessa o blog dos seguintes estados: SP, RJ, RS, GO, MG.

90% das visitas diárias são do Brasil.  Seguidas por Portugal, em diversas centenas de visitas diárias; Estados Unidos e França, cada qual com quase uma centena de visitas diárias.  Outros países que nos acessam regularmente incluem: Alemanha, Argentina,  Espanha, Japão e Rússia, em ordem alfabética.

Minha intenção é a divulgação de aspectos da cultura brasileira, um trabalho voluntário. Mostrar a arte brasileira, os textos e poemas brasileiros para aqueles que ainda não tiveram acesso a esses meios de expressão.  Em geral algo que me caia nas mãos.  Gosto de incentivar  a leitura, porque valorizo a educação.  Mas, posto o que quero, quando quero. Apesar do sucesso esse é meu espaço.  Sou seletiva quanto aos comentários. Mão de ferro, mesmo!  Não permito que o blog sirva de plataforma para posicionamentos religiosos ou políticos.  Palavras de baixo calão, nem pensar!  Tampouco gosto de comentários que visam aumentar a visita a outros blogs. Não faço isso com o espaço de ninguém e não permito que queiram fazer com o meu.

Gostaria  agradecer aos professores que selecionaram algumas postagens desse blog para ilustrar suas aulas, sobretudo aqueles que usaram os textos sobre o símbolo das Olimpíadas, os textos sobre as obras de Vik Muniz, e o texto sobre indumentária como processo de individualização na Renascença, todos de minha autoria.

Às crianças: aqui vai um beijinho especial para elas que adoram dinossauros, platipus e poesias.  Gostam também dos Filhotes Fofos, postagens que foram feitas com elas em mente.  Há um grande carinho também associado às quadrinhas, que na sua maioria são trovas, de conhecidos trovadores brasileiros, mas que parecem mais accessíveis com o nome de quadrinhas.  Essa é uma manifestação poética muito nossa [ibérica] que precisa e deve ser incentivada.

Quero também mencionar algumas pessoas que através dos anos têm mostrado apoio a esta peregrina, com comentários, opiniões, acenos de amizade e muito mais ( só o fato de estarem presentes é fenomenal!) Em ordem alfabética, Alexandre Kovacs, Letícia Alves, Lígia Guedes, Luca Bastos, Maria de Fátima Moraes Rodrigues, Nanci Sampaio, Paulo Araújo de Almeida, Regina Porto Valença, Ricardo Antonio Alves, Vera Regina Bastos.  E todas as outras pessoas que passam por aqui, muitos dos meus amigos do Livro Errante.

Meu marido precisa de um agradecimento especial: procura erros, dita textos, ajuda muito.

A todos o meu sincero agradecimento.  Registro também a grande surpresa pelo sucesso dessa empreitada. Sinto que minha responsabilidade aumenta a cada postagem.

Sigamos em frente ao marco de 5.000.000!




Para comemorar um ano no blog

26 06 2009

bolo

 

Neste mês de junho completamos um ano de postagens na Peregrina Cultural.    Eu não poderia ter advinhado que teria tanto material para postar e que houvesse tanta gente que se agradasse com isso, pessoas muito especiais que  me dão o maior incentivo…  Foi uma grande surpresa o carinho de todos e também conseguir fazer amigos virtuais.  Quem diria que as minhas preocupações culturais fossem populares?  Num dia normal, este blog recebe de 1700 a 2100 visitas.  Acho fenomenal! So posso agradecer:  Muito obrigada!

Junto a esta comemoração, chegou este mês para mim, uma outra publicação, não-virtual, também especial: o livro, Contos do Livro Errante, uma coletânea dos contos premiados no concurso de contos da Comunidade do Livro Errante no ORKUT em 2008.   Um de meus contos recebeu Menção Honrosa, e saiu publicado no livro ao lado dos contos vencedores. 

Como anteriormente tive um poema que também recebeu menção honrosa, no concurso de poesias sobre o meio ambiente, patrocinado pela revista cultural carioca: Bafafá,  em 2006, e considerando pedidos do meu cara-metade para que eu deixasse de ser tão tímida a respeito do que escrevo, hoje, faço a postagem do conto premiado.  Mais tarde farei a postagem do poema.   Nunca me considerei primeiramente uma escritora e muito menos uma poeta.  Mas, vez por outra, confesso, sentir urgência de colocar no papel uma ou outra idéia.   Agradeço desde já a todos que se dispuserem a “dar uma olhadinha”.





12 de junho, Dia dos Namorados!

12 06 2009

amor 10





Hora de lembrar porque … nesta semana da pátria.

6 09 2008
Bandeira do Brasil de Virginia Roballo.

Bandeira do Brasil de Virginia Roballo.

Neste fim de semana enquanto comemoramos o Dia da Independência do Brasil, vale lembrar as muitas razões porque gostamos desta terra em que vivemos.  Lembrei-me hoje de uma letra espetacular de Assis Valente, (BA 1911 – RJ 1958) que indica algumas das muitas razões de se gostar de ser brasileiro. Aliás Assis Valente está na minha opinião entre os grandes, GRANDES, sambistas brasileiros.

 

Um bom 7 de setembro para todos!

 

Recenseamento

Assis Valente  

 

Em 1940
lá no morro começaram o recenseamento
E o agente recenseador
esmiuçou a minha vida
que foi um horror
E quando viu a minha mão sem aliança
encarou para a criança
que no chão dormia
E perguntou se meu moreno era decente
se era do batente ou se era da folia
 
Obediente como a tudo que é da lei
fiquei logo sossegada e falei então:
O meu moreno é brasileiro, é fuzileiro,
é o que sai com a bandeira do seu batalhão!
A nossa casa não tem nada de grandeza
nós vivemos na fartura sem dever tostão
Tem um pandeiro, um cavaquinho, um tamborim
um reco-reco, uma cuíca e um violão
 

 
 
 

 


Fiquei pensando e comecei a descrever
tudo, tudo de valor
que meu Brasil me deu
Um céu azul, um Pão de Açúcar sem farelo
um pano verde e amarelo
Tudo isso é meu!
Tem feriado que pra mim vale fortuna
a Retirada da Laguna vale um cabedal!
Tem Pernambuco, tem São Paulo, tem Bahia
um conjunto de harmonia que não tem rival
Tem Pernambuco, tem São Paulo, tem Bahia
um conjunto de harmonia que não tem rival

 

NOTA:  pelos últimos dados, IBGE, 2 minutos antes desta postagem somos no Brasil:

 187.625.817 habitantes.

 

—-








%d blogueiros gostam disto: