Imagem de leitura — Jean-Honoré Fragonard

15 03 2017

 

 

 

fragJovem lendo, 1775

Jean´-Honoré Fragonard (França, 1732-1806)

óleo sobre tela, 68 x 54 cm

Metropolitan Museum of Art, NY

Salvar





Imagem de leitura — Edouard Gelhay

11 03 2017

 

 

 

Edouard Gelhay(França, 1856-1939)Elegantes na praia, ost, 23x44cm

Elegantes na praia

Edouard Gelhay (França, 1856-1939)

óleo sobre tela, 23 x 44cm





Eu,pintora: Rose Adélaide Ducreux

2 03 2017

 

 

 

1selfporAutorretrato com harpa, 1791

Rose-Adélaide Ducreux (França, 1791-1802)

óleo sobre tela, 193 x 129 cm

Metropolitan Museum of Art, NY





Perguntas a editoras, resenha de Desvendando Margaux

16 02 2017

 

 

 

8247

Vinhedos de Auvers, 1890

Vincent van Gogh (Holanda, 1853-1890)

óleo sobre tela

Saint Louis Art Museum

 

 

De quando em quando um livro atravessa o meu mundo que suscita a pergunta: o que foi que uma editora brasileira viu nessa obra, que valeria o investimento na compra dos direitos autorais, no pagamento de um tradutor, no investimento de imprimir e distribuir uma obra, com a confiança, até certo ponto, de que tal investimento iria trazer o lucro mínimo que a companhia precisa ter para continuar sua vida editorial.

Essa pergunta voltou a me perseguir na leitura de Desvendando Margaux, dos autores Jean-Pierre Alaux e Noël Balen. Estava a procura de uma leiturinha fácil, de um livrinho de mistério, detetive, qualquer coisa, para passar uma tarde de folga e esquecer o cotidiano quente do verão carioca.  Peguei esse livro que é o segundo de uma série policial da dupla, passado nos vinhedos franceses.  Um dos autores é especialista em vinhos e seu parceiro é jornalista.

 

desvendando_margaux_1259497876b

 

É um dos livros policiais mais insossos que já li.  Não há tensão.  Não há um mistério que agarre a atenção.  Os personagens são comuns, o drama sofrível, o mistério quase inexistente.  Há sim algumas noções de gerenciamento de vinhedos e o panorama por trás da produção de vinhos.  Mas falta aquela trama que não deixa dormir.  Essa obra não dá ao leitor o frenesi de ter que chegar ao final, nem é cheia do charme de uma Miss Marple que resolve as intrigas da cadeira de balanço de sua casa na aldeia.

 

alaux-balen2david_nakache_640Jean-Pierre Alaux e Noël Balen

 

Depois da leitura, enquanto me deliciava com um bom Simenon, procurei mais informações sobre outros livros da dupla.  E realmente há muitos.  Os autores são populares e até traduzidos para o inglês.  É possível que eu tenha tido a falta de sorte de pegar uma de suas  obras mais fracas. Mas para isso confia-se no selo da editora.

Salvar





De livros, Muriel Barbery

15 02 2017

 

 

guy-cambier-lendobelgica-1923-2008ost

Lendo

Guy Cambier (Bélgica, 1923-2008)

óleo sobre tela

 

 

“Quando me angustio, vou para o refúgio. Nenhuma necessidade de viajar; ir juntar-me às esferas de minha memória literária é suficiente. Pois existe distração mais nobre, existe mais distraída companhia, existe mais delicioso transe do que a literatura?”

 

Em: A elegância do ouriço, Muriel Barbery, São Paulo, Cia das Letras:2008, página, 131. [tradução de Rosa Freire d’Aguiar].

 

 





Minutos de sabedoria: Banana Yoshimoto

30 01 2017

 

 

jean-baptiste-perroneau-1715-1783-frenchportrait-of-a-boy-with-a-book

Retrato de um menino com livro, década de 1740

Jean Baptiste Perronneau (França, 1715-1783)

óleo sobre tela, 63 x 52 cm

Hermitage, São Petersburgo

 

 

 

“As pessoas verdadeiramente importantes emitem uma luz que aquece o coração de quem vive ao lado delas.”

 

Banana Yoshimoto

 

 

 

yoshimotoueBanana Yoshimoto




Imagem de leitura — Henriette Browne

23 01 2017

 

 

 

henriette-browne-franca-1829-1901-a-leitura-da-biblia-1857A leitura da Bíblia, 1857

Henriette Browne (França, 1829-1901)

óleo sobre tela

Coleção da Galeria de Arte da Christchurch, Te Puna o Waiwhetu, Nova Zelândia








%d blogueiros gostam disto: