Nossas cidades: Goiás

2 04 2019

 

 

 

Ana Cristina Elias, Cidade de Goias, sa série Quintas de Goias, Aquarela, 28 x 38 cmCidade de Goiás

[Da série Quintas de Goiás]

Ana Cristina Elias (Brasil, 1960)

Aquarela, 28 x 38 cm





Nossas cidades: Goiás Velho

8 05 2017

 

 

Antônio Amâncio - Ost representando Goias Velho (artista no MEC) datado 1990 med. 70x50 cmsGoiás velho, 1990

Antônio Amâncio (Brasil, contemporâneo)

óleo sobre tela,  70 x 50 cm





Nossas cidades: Cidade de Goiás

19 12 2016

 

 

rua-hugo-ramoselder-rocha-lima-rua-hugo-ramos-tv-40x40-cidade-de-goiasRua Hugo Ramos, cidade de Goiás

Elder Rocha Lima (Brasil, 1928)

Têmpera sobre vinil, 40 x 40 cm





Nossas cidades: Pirenópolis

2 11 2015

 

ELDER ROCHA LIMA (Brasil, 1928), têmpera de vinil Rua Aurora, Pirenópolis, Go,90 x 70cm 2010Rua Aurora, Pirenópolis, Go, 2010

Elder Rocha Lima (Brasil, 1928)

têmpera em vinil, 90 x 70 cm





A Primeira Cruz, texto de Ofélia e Narbal Fontes

13 08 2015

 

volpi+mogi+1932+1933Mogi das Cruzes, 1932

Alfredo Volpi (Itália/Brasil, 1896-1988)

óleo sobre tela

Museu de Arte Moderna

 

 

“Só depois de quatro dias de caminhada, a bandeira saiu da mata e marchou por uma campina até as barrancas do rio Mogi. E como já fosse tarde, armou acampamento ali mesmo. Já ao clarear do outro dia, atravessava o rio a vau com água pelo peito. Os tropeiros tiveram de repartir a carga das mulas e fazer o transporte em duas ou mais viagens. Os negros erguiam os fardos de provisões acima da cabeça e transpunham o rio penosamente… Enquanto isso, Nuno Ramires andava numa extraordinária atividade, confabulando, aliciando a chusma de aventureiros, preparando enfim, com antecedência que lhe parecia necessária, a grande traição…

Assim prosseguiu a bandeira, conseguindo percorrer cerca de cem léguas em trinta dias, por uma trilha conhecida pelos mineiros de Sabará, até que atingiu as barrancas do rio Grande. Aí fez alto. E dentro e pouco havia uma atividade febril no acampamento: o Anhaguera dirigia, pessoalmente, a fabricação de canoas para a travessia do rio.”

 

Em: Gigante de Botas (novela histórica), Ofélia e Narbal Fontes, São Paulo, Saraiva; 1963, p. 49

 

Anhaguera: Bartolomeu Bueno da Silva foi um bandeirante do Brasil colonial e colonizador do Brasil central (Goiás).





O Cântico da Terra , poesia de Cora Coralina

9 04 2015

 

 

antônio ferigno,Lide diária - arredores de São Paulo OST,27 x 42 Circa de 1895Lide diária, arredores de São Paulo, c. 1895

Antônio Ferrigno (Itália, 1863-1940)

óleo sobre tela, 27 x 42 cm

 

 

O Cântico da Terra

 

Cora Coralina

 

Eu sou a terra, eu sou a vida.
Do meu barro primeiro veio o homem.
De mim veio a mulher e veio o amor.
Veio a árvore, veio a fonte.
Vem o fruto e vem a flor.

 

Eu sou a fonte original de toda vida.
Sou o chão que se prende à tua casa.
Sou a telha da coberta de teu lar.
A mina constante de teu poço.
Sou a espiga generosa de teu gado
e certeza tranquila ao teu esforço.
Sou a razão de tua vida.
De mim vieste pela mão do Criador,
e a mim tu voltarás no fim da lida.
Só em mim acharás descanso e Paz.

 

Eu sou a grande Mãe Universal.
Tua filha, tua noiva e desposada.
A mulher e o ventre que fecundas.
Sou a gleba, a gestação, eu sou o amor.

 

A ti, ó lavrador, tudo quanto é meu.
Teu arado, tua foice, teu machado.
O berço pequenino de teu filho.
O algodão de tua veste
e o pão de tua casa.

 

E um dia bem distante
a mim tu voltarás.
E no canteiro materno de meu seio
tranquilo dormirás.

 

Plantemos a roça.
Lavremos a gleba.
Cuidemos do ninho,
do gado e da tulha.
Fartura teremos
e donos de sítio
felizes seremos.

 





Nossas cidades: Corumbá de Goiás

19 01 2015

 

 

ELDER ROCHA LIMA,têmpera de vinil Igreja Matriz de Corumba de Goiás, 90x70cm 2013Igreja da Matriz de Corumbá de Goiás, 2013

Elder Rocha Lima (Brasil, 1928)

têmpera sobre vinil, 90 x 70 cm

 








%d blogueiros gostam disto: