Rio de Janeiro, minha cidade natal!

28 09 2018

 

 

Armando Balloni (Itália, 1901 - São Paulo SP, 1969) - `Arco dos Teles` - Gravura aquarelada, assinatura a lápis no CID e datado 1954. Emoldurada. Med. 57x41 cm.Arco dos Teles, 1954

Armando Balloni (Itália, 1901 – São Paulo SP, 1969)

Gravura aquarelada,  57×41 cm.

 

 





Rio de Janeiro, minha cidade natal!

10 08 2018

 

 

Armando Balloni (Itália, 1901 - São Paulo SP, 1969) - `Igreja da Glória` - Gravura aquarelada, assinatura a lápis no CID e datado 1954.Igreja da Glória, 1954

Armando Balloni (Itália/Brasil 1901 — 1969)

Gravura aquarelada





Nossas cidades — Belém

10 07 2018

 

 

Cathedral.Joseph Léon Righini (Turim, Itália ca.1820 - Belém PA 1884).Catedral de Belém, século XIX

Joseph Léon Righini (Itália/Brasil, c.1820 – 1884)

gravura





Imagem de leitura — Anita Klein

19 02 2017

 

 

 

anita-klein-australia-1960-os-novos-oculos-de-leitura-gravura-60-x-40-cm

Novos óculos de leitura

Anita Klein (Austrália, 1960)

Gravura, 60 x 40 cm





O casamento, texto de Julian Fellowes

19 08 2016

Their_First_Quarrel,_Gibson2A primeira briga, 1914

Charles Dana Gibson (EUA, 1867-1944)

gravura

 

 

“O convívio social tem o grande mérito de abrandar a idiotice do consorte e o casal que não conversa, jamais descobre que não tem muitas afinidades. A companhia do outro tem o mesmo efeito da aposentadoria para as pessoas de classe média, ou seja, causa divórcio.”

 

 

Em: Esnobes, Julian Fellowes, Rio de Janeiro, Rocco: 2016, página 164.

 





Atitude, poema de Armindo Rodrigues

19 10 2015

 

Homem no parque, edouard Halouze, 1920Ilustração Homem no parque, de Édouard Halouze, 1920.

 

Atitude

Armindo Rodrigues

 

 

Nem mal, nem bem,

nem sim, nem não,

nada por obrigação

me convém.

 

Só quero querer

o de que na verdade

eu próprio tiver

vontade.

 

 

Em: Voz arremessada no caminho; poemas, Armindo Rodrigues, Lisboa: 1943, p. 15

 





O café, poema de Armindo Rodrigues

15 07 2015

 

 

David Azuz (Israel 1942) serigrafia ParisCafé em Montparnasse, Paris

David Azuz (Israel, 1942)

Serigrafia

 

 

O Café

 

Armindo Rodrigues

 

 

Aqui, no café, sabe-se tudo

e junta-se gente vinda

de todos os cantos do mundo.

 

Aqui, no café, esquece-se o tempo

e nascem ideias extraordinárias

até dos gestos irrefletidos.

 

Aqui, no café, sonho mais à vontade

que sou tudo o que sonho

e não tenho medo de nada.

 

Aqui, no café, todos sabem que sou

um homem como outro qualquer

que vem aqui todas as tardes.

 

 

Em: Voz arremessada no caminho; poemas, Armindo Rodrigues, Lisboa: 1943, p. 53








%d blogueiros gostam disto: