Cuidado, quebra! Tinteiro em faiança do século XV!

25 07 2015

 

 

Faenza Maiolica Inkwell, late 15th centuryMonumental tinteiro em faiança policromada,  final do século XV (1475-1500)

29 cm de largura

À venda na Sotheby’s, leilão em 2013.

 

Tem formato de quatro lóbulos redondos que suportam as Quatro Virtudes Cardeais: Prudência, Coragem, Justiça e Temperança com quatro receptáculos, em base cruciforme.

Este tinteiro é um dos mais importantes exemplares em existência do trabalho da geração de escultores em faiança, que antecedem o conhecido artista Giovanni di Nicola Manzoni del Colle, de quem temos datas precisas para sua produção: entre 1507 e 1516. Pertence à mesma época das esculturas em terracota encontradas na região de Emília, ao norte da Itália, produzidas nas últimas décadas do século XV. As figuras alegóricas das Virtudes lembram, por causa da qualidade escultural, as de Compianto, datadas de 1487, hoje no Museu Metropolitan de Nova York.





Cuidado, quebra! Figura Maia do século VIII

16 06 2015

 

 

METROPOLITAN, sec viii, figura em ceramica maia,Figura em indumentária completa, século VII-VIII

Cultura Maia, Península do Yucatan, México

Cerâmica policromada, 29 cm de altura

Metropolitan Museum, Nova York

Salvar





Cuidado, quebra! Cerâmica de Axel Johannes Salto

20 05 2015

 

 

Axel Johannes Salto (1889-1961)Ramos, 1949

Vaso em cerâmica

Axel Johannes Salto ( Dinamarca, 1889-1961)

Grés esmaltado

Edição Royal Copenhagen, 32 x 28 cm

Piasa

Salvar

Salvar





Cuidado, quebra! Taça de vinho século XVI

29 04 2015

 

 

nknown Artist, Wineglass, c. 1575-1625, Murano, The Corning Museum of GlassTaça de vinho, c. 1575-1625

Artista desconhecido

cristal com decorações em esmalte e ouro

Murano

The Corning Museum of Glass, Corning, N.Y.





Esmerado: incensório chinês do século XV em cloisonné

19 02 2015

 

 

8df94f6b3fb906560d46265d74e42791Raro e alto incensório imperial chinês, século XV

Período Xuande

decoração baseada em flores de lótus, peônias e crisântemos  em cores brilhantes esmaltada.

Cloisonné, com alças na forma de Fênix e pés em cabriolé na forma de cabeças de elefantes. Tampa com dragão dourado. Bronze dourado.

Altura, 40 cm, 32 cm, 19 cm





Cuidado, quebra! Vaso espanhol em faiança.

14 01 2015

 

 

e997928185d0b7a915f228c10abe46dfVasilha apotecária, [albarello] 1375-1400
Valencia, Espanha
Cerâmica com decoração de banho de cobre, chamada lustro
Victoria & Albert Museum, Londres

 

A técnica do lustro para decoração foi iniciada no Iraque no século IX. Ceramistas usavam o lustro para fazer suas cerâmicas brilharem.

Primeiro a peça de cerâmica era feita normalmente (tanto vasilhas quanto azulejos) quando haviam esfriado, o desenho era então pintado por cima com um composto metálico. Depois então a peça voltava ao forno, dessa vez com restrição de oxigênio. Dessa maneira o composto metálico se separava deixando uma camada de cobre ou prata na superfícies da peça, que depois de polida essa camada então refletia a luz.

Essa técnica foi introduzida na Espanha vinda do Egito por volta do século XII. No século seguinte (XIII) a cidade de Málaga, dominada pelos muçulmanos, tornou-se um grande centro de produção dessa cerâmica. No século XIV, no entanto, depois da tomada da cidade pelos cristãos, Valência tomou o lugar de importância anteriormente liderado por Málaga. Os ceramistas continuaram, no entanto, a usar decorações tipicamente islâmicas, em bordas com desenhos abstratos ou que se assemelhassem à caligrafia árabe como nesse vaso.

 

Mais





Esmerado: vaso, pedestal e tampa, porcelana Derby

2 12 2014

 

 

2006AM5847_jpg_lVaso, pedestal e tampa, 1774-1780
Jacques-François-Josseph Saly (1717- depois de 1776)
Manufatura Porcelana Derby
Porcelana mole, moldada, pintada em cor de rosa e folha de ouro, com partes em porcelana fria, sem vitrificar.
Victoria & Albert Museum, Londres

 

Estes vasos, típicos do final do século XVIII,  eram puramente decorativos. Ao estilo Neoclássico esses vasos copiavam genuínas antiguidades gregas e romanas, feitas populares através de gravuras retratando as descobertas arqueológicas dos séculos XVI ao XVIII.

 

Mais








%d blogueiros gostam disto: