O Homem e seu jornal: a arte da leitura diária

5 11 2013

CezanneO pai do artista lendo o jornal, 1866

Paul Cézanne (França, 1839-1906)

óleo sobre tela, 198 x 119 cm

National Gallery, Washington DC

Didier Lourenco, Lendo na praçaO homem do jornal

Didier Lourenço (Espanha, 1968)

www.didierlourenco.net

Andre Deymonaz, La lecture (França)Homem lendo jornal

André Deymonaz (França, 1946)

óleo

Albert Anker (1831-1910) Suíça  Vovô LendoVovô lendo

Albert Anker (Suiça, 1831-1910)

óleo sobre tela

Alain Pontecorvo

Homem lendo jornal

Alain Pontecorvo (França, 1937)

www.alainpotecorvo.com

Carol Monacelli - Morning News Painting

McSorley’s Bar, Richard and Gene, s/d

Carol Monacelli (EUA)

62 x 62 cm

www.monacelli-painting.com

Sueli Galacci O DIARIO 2O Diário, 2001

Sueli Gallacci (Brasil, SP, Contemporânea)

óleo espatulado sobre tela,

http://acordagente.blogspot.com

V. Brindatch (Israel) ShoemakerSapateiro IV

Victor Brindatch (Israel, contemporâneo)

óleo sobre tela, 51 x 71 cm

Suset Maakal, man-reading-the-newspaper, watercolorjpgHomem lendo jornal

Suset Maakal (Africa do Sul, contemporânea)

aquarela sobre papel

www.paintingsilove.com

Marc Awodey,(EUA, Michigam 1960) newspaper readerO leitor de jornal

Marc Awodey (EUA, 1960)

www.marcawodey.com

lautrec-dihautDihaut lendo seu jornal

Henri de Toulouse Lautrec (França, 1864-1901)

Pastel

Jose Malhoa, homem lendoHomem lendo, 1905

José Malhoa (Portugal, 1855-1933)

óleo sobre tela

eero jarnefelt Finlandia,Homem com jornal, 1892

Eero Jarnefelt (Finlândia, 1863-1937)

óleo sobre tela

Donna NelsonSegundo cozinheiro, 1983

Dona Nelson (EUA, 1947)

óleo sobre tela, 205 x 160 cm

www.donanelson.com

dogan-atanur-1Homem lendo jornal

Dogan Atanur (Turquia/Canadá, contemporâneo)

www.doganart.com

???????????????????????????????Jornal da tarde

Barbara Fox (EUA, contemporânea)

aquarela, 46 x 38 cm

Barbara Fox

Edward B Gordon () News on Saturday, 2007 OSMNoticias de sábado, 2007

Edward B. Gordon (Grã-Bretanha/Alemanha, contemporâneo)

óleo sobre madeira

www.gordon.de

André Derain_- retrato de Homem com jornal _Portrait_of_a_Man_with_a_NewspaperRetrato de homem com jornal, 1911-14

André Derain (França, 1880-1954)

óleo sobre tela, 162 x 97 cm

Hermitage, São Petersburgo





Patinhos salvos pela segunda vez!

25 05 2009

patinhos

Patinhos recem-nascidos atravessam a cidade com alguma ajuda!

 

Uma boa notícia para começarmos  a semana com um sorriso!

 

Uma família de patos foi resgatada por um bancário na cidade americana de Spokane, no Estado de Washington. A mãe dos patinhos havia feito seu ninho na marquise de um prédio, do lado de fora da janela de Joel Armstrong.

Depois que 12 filhotes nasceram, a mãe precisava levá-los para a água. Com apenas um dia de vida, no entanto, os patinhos eram muito pequenos para deixar a marquise voando.

Armstrong foi para a calçada, às 5h45 da manhã, e esperou que os filhotes pulassem. O bancário já havia feito a mesma coisa no ano anterior, mas na época deixou um dos filhotes cair.

Desta vez, Armstrong conseguiu pegar todos os patinhos. A família de animais foi então guiada pelas ruas da cidade até chegar a sua nova casa, um rio local.

Fonte: Portal Terra

 

Para ver o vídeo do canal ABC mostrando o salvamento clique AQUI! 

E boa semana!





Cangurus: um problema de Camberra!

13 04 2009

cangurus

 

 

Eles sobem telhado do Parlamento, colidem com carros, entram em residências pelas janelas.  A capital da Austrália, Camberra, tem um problema sério com a superpopulação de cangurus.   Os cangurus, animais-símbolos do país, deixaram momentaneamente de ser um dos principais atrativos turísticos australianos, para se tornarem sinônimos de desgosto para a população da capital. A superpopulação da espécie fez com que os mamíferos se aventurassem pelas ruas da cidade.  As informações são da agência AP.

A população de cangurus-cinza, o mais comum, é a maior já registrada na cidade nos últimos 100 anos. Das 60 espécies de cangurus, as do tipo cinza e vermelha são as mais numerosas, com 50 milhões de exemplares na Austrália.

As autoridades locais agora querem um sacrifício coletivo porque medidas anteriores como vasectomias e anticoncepcionais orais para esses marsupiais não impediram sua reprodução em numero suficiente para a convivência pacífica entre população e animais. O plano, que ainda tem que ser discutido e aprovado, recomenda um canguru por cada 1.500 hectares.

 

 

 

 canguru

 

 

 

No entanto, a proposta não foi bem recebida pela maioria da população, que é contra o massacre do marsupial mais famoso do país. Segundo uma enquete governamental, mais de 80% dos habitantes acredita que os cangurus selvagens devem continuar onde estão. Por outro lado, numa outra pesquisa, 17% dos motoristas disseram ter atropelado um exemplar pelo menos uma vez. 

Recentemente, um canguru com cerca de 1,75m se feriu ao quebrar o vidro de uma janela na tentativa de saltar para dentro de uma residência. O animal caiu sobre a cama onde uma mulher descansava com a filha de 9 anos e depois pulou sobre outra onde dormia o filho de 10 anos.  O animal foi finalmente expulso da casa pelo pai das crianças, Beat Ettlin, fugindo para as colinas mais próximas mas deixando para trás um rastro de sangue proveniente de seus ferimentos.

De acordo com Maxine Cooper, comissária de meio ambiente do governo na capital, os seres humanos não são os únicos a correrem perigo com a invasão dos marsupiais. Os cangurus destroem o habitat de outras espécies em perigo de extinção, como lagartos e insetos e acabam com todas as gramíneas.

Os sacrifícios coletivos de cangurus não são algo novo no país. A 350km ao norte da capital, mais de 25 exemplares são mortos durante as noites com licença do governo. “Não é agradável sacrificá-los, mas quando chega o momento, temos que fazê-lo”, explicou o responsável pelos abates, Barry Stuart.  Ninguém sabe o numero exato de cangurus que vivem próximo a Cramberra, uma cidade de 340.000 habitantes.  Mas as colinas a sua volta, os campos arborizados e parques tornam a área perfeita para estes saltitantes animais.   A tendência à invasão da cidade por causa da superpopulação desses animais  começou há aproximadamente 220 anos atrás quando colonos europeus derrubaram milhares de hectares de vegetação natural que alimentava e mantinha um equilíbrio sustentável do número de cangurus.

Fonte: AP





Carro pra cachorro!

12 04 2009

dog-driving-2

 

 

 

 

 

 

 

Na segunda metade de 2009 a companhia de carros Honda lançará nos EUA um carro com conforto para os cachorros.  Com a ajuda de um cãozinho chamado Sammy, o fabricante japonês mostrou a nova versão de um veículo utilitário especialmente equipado para o melhor amigo do homem.  Apostando no fato de animais terem se tornado verdadeiros membros da família e mais importantes do que nunca, a Honda oferecerá aos donos de cachorros um automóvel equipado com uma cama macia na mala do carro, um compartimento fixo para água, ventilador e uma rampa para ajudar cães menos ágeis a subir.   O carro possui um estofamento fácil de lavar e cintos de segurança na cama para restringir os movimentos do cãozinho e mantê-lo seguro no caso de um acidente.

 

Fonte: Reuters





Gato Félix mostra que tem muitas vidas!

8 04 2009

gatinho-assustadoGatinho assustado. 

 

 

 

 

 

Bombeiros ficaram surpresos quando conseguiram salvar um gato chamado Félix, encontrado ainda vivo debaixo de escombros de um edifício que desabara há cinco semanas, na cidade de Colônia na Alemanha.   O bichano sobrevivente, que tem 12 anos de idade, estava em meio à papelada dos arquivos da cidade, cujo prédio havia desmoronado no dia 3 de março próximo passado.  O acidente matou duas pessoas.  Mas o gatinho Félix se saiu bem, com vida e feliz apesar do susto.  Ele foi encontrado em meio aos montes de arquivos de papel que provavelmente amenizaram a queda a medida que as paredes e  pedaços de cimento do edifício caíam.  Félix saiu de lá com vida e  com boa saúde, de acordo com os bombeiros, que primeiro viram suas patinhas e só depois ouviram os fracos miados, enquanto recolhiam os escombros.

Fonte: Reuters





Sophie, a cadelinha nadadora!

7 04 2009

cachorrinho-nadando-mw-editora-e-ilustracoesMW Editora e Ilustrações

 

 

 

 

A BBC mostra hoje uma história de deixar os nossos corações batendo quentes e os olhos cheios de alegria.  Uma cadelinha, que havia sido tragada do convés de um barco,  por fortes ondas num mar turbulento na costa de Queensland, em novembro de 2008, foi encontrada, esta semana, em boas condições de saúde, numa remota ilha da Austrália.  Este pastor australiano nadou um pouco mais de 8 km para conseguir abrigo numa remota uma ilha dos mares australianos.  Não só nadou uma grande distância, mas também conseguiu escapar com vida de águas conhecidas por serem habitadas por tubarões.   Guardas costeiros descobriram Sophie, a cadelinha esperta,  que depois de quatro meses de desaparecida, já havia sido dada por morta por Dave e Jan Griffith seus donos. Resgataram-na e a levaram de volta para casa.   Sophie sobreviveu nesta ilha caçando cabras selvagens. 

 

BBC VIDEO: SOPHIE, THE DOG





O Vaticano vai de verde!

14 12 2008

 

vaticano-reuters-alessandro-bianchi

          Árvore no Vaticano (Foto: Reuters, Alessandro Bianchi)

 

No mês passado o Vaticano ativou um grande sistema de painéis solares no telhado do salão de audiências. Na ocasião a administração da cidade anunciou um plano ambicioso de conservação de energia que poderá num futuro próximo fazer com que o Vaticano seja um exportador de energia alternativa.

 

Agora, na semana passada, quando deu início às comemorações natalinas com a inauguração da tradicional árvore de Natal na Praça de São Pedro em Roma, o Vaticano anunciou que esta árvore, a maior que já tiveram para esta comemoração, terá sua madeira reciclada: virará brinquedos para crianças carentes e móveis como bancos, para jardins e salas de aulas.  Todos decorados por crianças italianas.  Esta é uma iniciativa inspirada na consciência de que a madeira é uma riqueza que «não deve ser desperdiçada, e mais, deve-se voltar a utilizar para o próprio benefício e o das novas gerações do planeta», como divulgou o L’Osservatore Romano, diário da Santa Sé. 

 

O pinheiro tem 33 metros de altura, 45 cm de diâmetro e pesa aproximadamente 3 toneladas.  Com 120 anos de vida, veio das florestas ao sul da Áustria, doada pelo município de Gutestain, próximo de Sankt Poelten, na região da Baixa Áustria, cuja principal igreja comemora 500 anos de existência.  A cerimônia de inauguração da gigantesca árvore de Natal, foi acompanhada de chuva por toda tarde.  Este ano a árvore terá duas mil bolas amarelas e brancas e será encimada por uma grande estrela.  Um novo sistema de iluminação composto por 1500 luzes faz parte das inovações deste ano. O rio Tibre, que passa ali perto, estava parecendo que poderia transbordar, tendo atingido a maior altura de suas águas em décadas.  Mas isso não deteve os visitantes que vieram desfrutar da magia do momento: peregrinos de diversas partes do mundo participaram desta inauguração na presença do Cardeal Giovanni Lajolo, governador da cidade do Vaticano.

 

Como habitualmente, para além da gigantesca árvore, outros 50 pinheiros serão colocados em diversos locais do Vaticano, desde a sala Paulo VI aos Museus. Cinco deles são colocados no apartamento do Papa.  A tradição de colocar uma árvore junto do obelisco, iniciada por João Paulo II em 1982, tem sido mantida por Bento XVI. Ser escolhido para oferecer a árvore de Natal ao Vaticano é considerado uma honra e, para os próximos anos, esse privilégio já está reservado. É a oitava vez que a árvore do Vaticano vem da Áustria.

 

 








%d blogueiros gostam disto: