Sublinhando…

12 03 2016

 

Abel Boulineau Auberive, França,1839 -), 1934 La lectrice Huile sur toile, leilão

A leitora

Abel Boulineau Auberive, (França,1839 – 1934?)

óleo sobre tela, 45 x 31 cm

 

“É sempre estranho quando um pintor competente começa a pintar mal deliberadamente. Só os grandes mestres conseguem fazer isso bem (Picasso).”

 

 

William Boyd

 

Em: As aventuras de um coração humano, William Boyd, Rio de Janeiro, Rocco: 2008, tradução de Antônio E. de Moura Filho, p. 384.





Em três dimensões: Pablo Picasso

28 04 2015

chicago_picassoSem título, 1967

Pablo Picasso (Espanha, 1881-1973)

Aço, 15 metros de altura

Daley Plaza, Chicago, Illinois, US

Picasso doou a escultura à cidade de Chicago.  Inicialmente houve muita crítica dos habitantes da cidade à escultura.  Até então Chicago tinha por esculturas em lugares públicos pessoas de valor histórico para o local.  No entanto, hoje é adorada pelos habitantes e a praça onde se situa é ponto de encontro em todas as estações do ano.





Alguns fatos curiosos a respeito de Pablo Picasso

8 04 2013

self_portrait_1907Auto-retrato, 1907

Pablo Picasso (Espanha, 1881-1973)

óleo sobre tela,  54 x 46 cm

Galeria Nacional de Praga

Para celebrar os 40 anos de morte de Pablo Picasso o jornal inglês The Telegraph publicou em seu portal na internet uma lista de 20 fatos surpreendentes sobre o pintor espanhol.  A lista é interessante, daquele tipo de conhecimento inútil que faz parte de uma boa conversa em mesa de bar.  Achei que seria bom trazer para cá algumas dessas curiosidades para que a semana seja livre, leve e solta!

  • Picasso foi batizado como : Pablo Diego Jose Francisco de Paula Juan Nepomuceno Maria de los Remedios Cipriano de la Santisima Trinidad Matryr Patricio Clito Ruiz y Picasso.
  • Foi uma vez interpelado pela polícia querendo saber se ele havia roubado a Mona Lisa, depois de o quadro desaparecer do Louvre, em Paris, em 1911.
  • Apesar de ter tido muito amores e muitas amantes, Pablo Picasso casou-se só duas vezes.  A segunda quando tinha 79 anos. A noiva tinha 27 anos.
  • A primeira exposição de seus trabalhos foi nos fundos de uma loja que vendia guarda-chuvas.  Ele tinha 13 anos.
  •  Mais quadros de Picasso foram roubados do que quadros de qualquer outro artista.  No momento há uma lista de mais de 500 quadros dele cujo paradeiro é ignorado.

Querendo conhecer outras curiosidades vá até o site do London Telegraph.





Outras citações visuais de Vik Muniz: um pedido de responsabilidade política e social

28 01 2011

 Narciso, c.1597-99

Caravaggio, [Michelangelo Merisi da Caravaggio](1571-1610)

óleo sobre tela,  110 x 92 cm

Galeria Nacional de Arte Antiga, Palazzo Barberini, Roma

—-

—-

Narciso, d’ après Caravaggio

Vik Muniz ( Brasil, 1961)

—-

Narciso, na mitologia grega, foi um caçador conhecido por sua beleza.  Muito orgulhoso, não gostava de ninguém, pois não considerava ninguém à sua altura. As ninfas que ele rejeitou, belíssimas todas,  pediram aos deuses que fosse castigado por sua arrogância.   Por isso os deuses o fizeram apaixonar-se pela sua própria imagem refletida num lago. Narciso morre afogado ao tentar abraçar a imagem refletida.   A citação dessa imagem por Vik Muniz traz a implicação do nosso próprio suicídio: estamos nos afogando nos restos dos nossos desejos.

—-

Atlas, segurando o globo celestial, 1646

Giovanni Francesco Barbieri, conhecido como Guercino (1591-1666)

óleo sobre tela,  127 x 101 cm

Museu Mozzi Bardini, Florença

—–

—–

Atlas, d’après Guercino

Vik Muniz ( Brasil, 1961)

—–

 

Atlas, filho de Gaia e de Urano era um dos Titãs gregos.  Ele cometeu o erro, de junto com seu irmão Cronus de lutar contra Zeus.  Foi então condenado por este a carregar a esfera celeste nos ombros.

No século XVI, o cartógrafo Mercator, colocou a imagem de Atlas, carregando a Terra, e não o céu, na primeira página de seu livro de mapas.  Isso porque o local para onde Atlas foi a mando de Zeus segurar a esfera celeste era conhecido pelos gregos como o fim do mundo, onde é hoje o oceano Atlântico, cujo nome deriva desse Titã.  A partir desse momento, Atlas passa a ser representado, por muitos, como segurando a Terra ou o peso do mundo.

O Atlas de Vick Muniz carrega o peso do lixo do mundo.

—–

———-

Passadeira, 1904

Pablo Picasso (Espanha,1881–1973)

óleo sobre tela, 116.2 x 73 cm

The Solomon Guggenheim, Foundation, Nova York

—–

—–

Isis, mulher Passando a ferro,

Vick Muniz

—-

—-

Obras de pintura do chamado Período Azul de Picasso se concentraram em grande parte no retrato dos marginalizados, das classes sociais mais carentes, que tanto preocupavam a imaginação européia do final do século XIX até as primeiras duas décadas do século XX.  Dançarinos, atores circenses, trabalhadores braçais foram tema de muitos artistas plásticos que os retratavam como as pessoas fatigadas, exploradas e economicamente desfavorecidas que eram.

Vik Muniz não perdeu a ocasião de fazer seu próprio comentário sobre os catadores de lixo do Jardim Gramacho sob essa mesma luz ao citar a Passadeira de Pablo Picasso.

—–

—–

Saturno devorando seu filho, 1819-23

Francisco Goya, (Espanha, 1746-1828)

Óleo sobre tela, 146 × 83 cm

Museu do Prado, Madri

—–

—–

Saturno devorando seu filho, d’ après Goya

Vik Muniz (Brasil, 1961)

—–

—–

Saturno, o rei dos Titãs, foi avisado que um de seus filhos iria tirá-lo do trono, derrubá-lo.  Aterrorizado com essa profecia, ele não os deixou crescer, devorando um a um os quase doze filhos que teve. Nenhuma das crianças sobreviveu.  Ele, na loucura de permanecer e de garantir seu poder, não deixa espaço para a próxima geração, separa sua consciência de seus sentimentos e corta a conexão que tem com a vida futura.

Vik Muniz nos mostra como agimos à semelhança de Saturno, preocupados com o nosso viver, sem considerar que o nosso lixo virá a matar as futuras gerações.

©Ladyce West, Rio de Janeiro: 2011

—-

—-

 

VIDEO DE COMO A OBRA É FEITA

—-

—-








%d blogueiros gostam disto: