Na educação muito a fazer no Rio de Janeiro

5 01 2009

escola-criancas_sala_de_aula

 

Hoje graças ao Jornal do Comércio, pude reler as metas do governo municipal de Eduardo Paes para a educação no Rio de Janeiro.  No quadro de Educação temos os seguintes itens:

 

  1. Acabar com a aprovação automática nas escolas da rede pública de ensino e adotar aulas de reforço.
  2. Aumentar o número de vagas em creches e pré-escolas.
  3. Firmar convênios com clubes para atividades extracurriculares de alunos
  4. Contratar mais professores e investir em qualificação
  5. Investir em cursos técnicos
  6. Ampliar a quantidade de vilas olímpicas e criar programas de prevenção às drogas
  7. Criar o Fundo Municipal de Apoio à Pesquisa

 

 

É claro que precisamos de muito mais que isso.  Mas se o prefeito da cidade conseguir realmente estabelecer e manter os programas — o progresso implícito nestes 7 itens abrangentes já será um bom passo para um futuro melhor.  

 

Convido a todos não só para cooperarem com o prefeito, mas também cobrarem resultados.    

 

Na educação, o novo prefeito quer dobrar a oferta de vagas em creches e reativar as que foram fechadas, contratar mais professores e investir na remuneração, qualificação e desenvolvimento contínuo dos profissionais. Com o fim da aprovação automática, vai oferecer aulas de reforço em todas as escolas.

 

Em: Pouco dinheiro em caixa e muito a fazer, de Gisela Álvares, Jornal do Comércio, 5/1/2009:A-16

 

Lembrem-se a responsabilidade é de todos: do governo de fazer o que promete e o que pode.  Nossa, de cobrarmos, mas também de exigirmos de nossos filhos: presença, dever de casa, obediência, disciplina, hora certa para dormir, e por ai em diante.

 

A escola não pode fazer tudo sozinha. Nem o governo, nem a escola poderão responder no futuro pela responsabilidade dos pais.  





Diversificação à vista nos testes de DNA!

20 09 2008
Ilustração de Eva Furnari.

Ilustração de Eva Furnari.

 

Cada qual sabe onde o sapato lhe aperta, não há dúvidas.  E às vezes até  surpreende!  Enquanto programas populares na televisão brasileira exploram a dúvida de maridos sobre a paternidade dos filhos e convocam famílias para lavarem suas roupas sujas em frente a milhões de telespectadores, para por fim através de um teste de DNA provarem ou não a identidade do pai. Numa outra parte do mundo, na cidade de Pitah Tikva, o governo achou um novo uso para o exame de DNA: policiamento dos cachorros que sujam as calçadas da cidade.  

 

Como?  Onde?  O que é Pitah Tikva?  É uma cidade de aproximadamente 190.000 pessoas, próxima a Tel Aviv em Israel.  Aparentemente esta metrópole tem um problema sério com os dejetos caninos deixados nas ruas.  Tanto, que acabou de lançar um programa em que as fezes encontradas nas calçadas serão levadas a laboratório. Um exame de DNA identificará o cachorrinho infrator.  E através desta identificação seu dono será multado!  O programa também dará prêmio a quem fizer bom uso dos locais para o depósito de fezes caninas.

 

Nos próximos seis meses a cidade estará fazendo este tipo de controle sanitário.  Depois deste período irão decidir se o programa vale ou não a pena.  A idéia foi de Tika Bar-On, Chefe de veterinária da cidade.  Ele também acredita que este sistema será útil em desenvolver pesquisa sobre doenças genéticas, identificação de animais e outros dados úteis para a  boa administração da cidade.

 

Os donos de cachorros terão que levar seus animais de estimação para que seus DNAs sejam identificados.  Com referência de registros e endereços dos donos nos bancos de dados será muito mais fácil conseguir multar os donos que insistirem em sujar as calçadas que são usadas por toda a comunidade.

 

Os donos que colocarem as fezes de seus animais nos receptáculos especialmente reservados para este fim serão por outro lado reconhecidos pelo seu bom comportamento cívico e estarão sujeitos a ganhar prêmios pelo exemplo de cidadania.

 

Resta, agora, esperarmos para ver os resultados da iniciativa. 

 

Para ler todo o artigo da Reuters, clique aqui.

 

 








%d blogueiros gostam disto: