Quadrinha do pião

22 08 2012

Chico Bento procura por seu pião. Ilustração de Maurício de Sousa.

Joga o teu pião, menino,
aproveita a brincadeira,
que a fieira do destino
vai jogar-te a vida inteira…

(Edgard Barcellos Cerqueira)





Quadrinha dos erros de português

28 05 2012

Pato Donald lê carta, ilustração Walt Disney.

As suas cartas, Senhora,

releio-as de quando em vez,

mas nelas só vejo agora

os erros de português…

(Paulo Emílio Pinto)





Quadrinha da minha casa

23 05 2012

Casa cor de rosa, ilustração anônima da década de 1930.

O mais doce dos abrigos,

minha casa é uma beleza:

aberta para os amigos,

fechada para a tristeza!

(Coubert Rangel Coelho)





Quadrinha do ócio

22 05 2012

Soneca na rede, ilustração Maurício de Sousa.

Perguntou-me o Joaquim

se do ócio não me canso.

Eu lhe respondi que sim:

que quando canso… descanso.

(José Raimundo Bandeira)





Quadrinha infantil do canário

21 05 2012

Passarinhos na primavera, ilustração Maurício de Sousa.

O canário não cantava,
entretanto, o vendedor,
a quem comprou explicava:
“Não canta, é compositor…”

(César Torraca)





Quadrinha do bom turista

19 05 2012

Mickey, Minie e Pateta fazem turismo de ônibus, ilustração Walt. Disney.

Presença sempre bem quista,

toda vez que ele aqui vem,

Deus abençoe o turista!

– E os seus dólares também!!!

(José Ouverney)

 





Quadrinha do dizer sem pensar

16 05 2012

Elefante falando com girafa, Ilustração Maurício de Sousa.

A mais grave das ofensas
quase sempre tem raízes
quando dizes o que pensas
ou não pensas no que dizes.

(Izo Goldman)





Quadrinha do diploma

14 05 2012

Chico Bento estuda na última hora antes da prova, ilustração Maurício de Sousa.

Filho… estuda que eu te ajudo!

Capricha, porque é na soma

do esforço e amor pelo estudo

que se conquista o diploma!

(Ailto Rodrigues)





Quadrinha de ser mãe III

13 05 2012

Dia das mães, cartão francês.

Quando todos te negarem

um pão, um beijo, um olhar,

ela te ampara e acarinha

pois ser mãe – sempre é se dar!

(J. G. de Araújo Jorge) 





Trova de ser mãe II

12 05 2012

Ilustração anônima.

Quando todos te abandonem

e ninguém te queira ver,

ela  te  segue  e  procura

pois ser mãe – é compreender!

(J. G. de Araújo Jorge)








%d blogueiros gostam disto: