Filhotes fofos: lobo-guará

16 08 2015

 

lobo_guará_e_filhote

Filhote de lobo-guará brinca com sua mamãe.





Filhotes fofos: ursinhos polares

26 07 2015

 

 

polar-bear-family-portraits.photograph, Thomas Kokta, Manitoba Canada.Foto: Thomas Kokta.

 

Uma família de ursos polares no interior da província de Manitoba no Canadá.





Filhotes fofos: lince-do-deserto

19 05 2015

 

 

caracalLince-do-deserto ou Caracal, natural da África ou da Ásia Menor.

Mais informações





Filhotes fofos — ursinhos

22 03 2014

ursospolaresgemeosrts09Foto:Reuters

Filhotes gêmeos de urso polar ficam com a mãe “Giovana” no espaço reservado a eles no Tierpark Hellbrunn, em Munique.





Filhotes fofos: fuinha sul-africana

25 11 2012

Foto: Dave Stevenson para Rex Features.

Nascidas no Jardim Zoológico de Londres este par de fuinhas sul-africanas (meerkat) chega pela primeira vez à beira da toca.  Curiosas e interessadas na vida do lado de fora, mostraram-se bem alertas, mas sem coragem de colocar uma patinha sequer do lado de fora, mesmo tendo uma plateia humana lhes dando incentivos para que saíssem dali.  As fuinhas sul-africanas nascem em tocas de famílias de fuinhas, famílias grandes de até  30 membros.  Essas tocas são feitas de buracos que se comunicam uns com os outros num sistemas bastante complexo de tuneis.  Em geral as fuinhas bebês ficam na toca durante as primeiras duas a três semanas de vida.

Fonte: Daily Mail





Filhotes fofos — puma branco

8 12 2011

Foto: Associated Press.

Um filhote de puma foi apresentado ao público pelo zoológico Attica Parque, nas proximidades de Atenas, na Grécia. Com apenas um mês de vida, o raro filhote branco recebeu uma mamadeira com leite de uma funcionária do parque. Batizado com o nome de Casper, ele pesa 2 kg.  De acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza, a espécie está na lista dos animais ameaçados de extinção. Originário do continente americano, o felino pode ser encontrado desde o Canadá até países da América do Sul, inclusive o Brasil.





Pandas, únicos a não perceberem terremoto!

27 08 2011
Panda na rede.

Os animais do zoológico de Washington pressentiram o terremoto que atingiu a cidade antes mesmo de o tremor que abalou a capital norte-americana ter ocorrido. A informação foi dada pelo próprio Parque Zoológico Nacional Smithsonian. O zoológico informou que os animais anteciparam o tremor de magnitude 5,8.

O abalo não fez feridos entre os animais ou entre os funcionários da instituição, mas o zoológico foi obrigado a impedir a entrada de novos visitantes. Os funcionários notaram várias mudanças nos comportamentos das espécies do zoológico. Cerca de cinco segundos antes dos tremores, a gorila Mandara soltou um guincho, recolheu o seu bebê, Kibibi, e foi com ele para o topo de uma árvore.

Antes do terremoto, a orangotango Iris começou a fazer um ruído típico de quando sua espécie está extremamente irritada e continuou com esse som depois do tremor. O lêmure emitiu um grito de alerta 15 minutos antes do terremoto e novamente após ele ter ocorrido. O bugio adotou o mesmo procedimento minutos antes do tremor.

Ao longo do período de abalo, os grandes répteis do zoológico, que normalmente permanecem inativos por todo o dia, começaram a se contorcer. Murphy, o dragão de komodo do zoológico, buscou refúgio em um abrigo interno. Funcionários estavam alimentando castores e mergulhões quando o sismo foi sentido. Eles imediatamente pularam no lago próximo do local. Já os castores pararam de comer, ficaram sobre as duas patas traseiras e pularam na água. Eles lá permaneceram por uma hora, até que alguns dos castores retornaram à terra para continuar comendo.

O zoológico conta com 64 flamingos. Pouco antes do tremor, os pássaros ficaram agitados e se agruparam. Eles permaneceram juntos pelo tempo que durou o terremoto. A única espécie que permaneceu indiferente ao sismo foram os pandas gigantes, que se mostraram totalmente alheios ao incidente.

Fonte: Terra








%d blogueiros gostam disto: