Na boca do povo: escolha de provébio popular

24 04 2014

-

-

manhã, galo Randolph_Caldecott_illustration2Manhã, ilustração de Randolph Caldecott.

-

“Não é por muito madrugar que amanhecerá mais cedo.”





Maria-sem-tempo, texto de Domício da Gama

24 04 2014

-

-

TEIXEIRA, Oswaldo,Mulher,osm, 1965,55 x 43 cmMulher, 1965

Oswaldo Teixeira (Brasil, 1905-1974)

óleo sobre madeira, 55 x 43 cm

-

Maria-sem-tempo

-

Domício da Gama

-

Era magra, pequena, escura. Tinha a extrema humildade dos que vivem longos anos sob o céu destruidor, sem pensar ao menos em resistir à sorte, com a passividade inerte da folha que o vento rola pelos caminhos. Era assim mirrada e seca e sombria, como se tivesse perdido a seiva ao ardor dos estios, como se guardasse das noites sem estrelas o negrume cada vez mais denso.

Era louca, porque só tinha uma idéia, e a criatura humana pode não ter idéias, mas não pode ter uma só. A sua era o angustioso desassossego das maternidades malogradas. Perdera um filho e o procurava. Andava pelos caminhos para buscá-lo e só levantava a voz para chamá-lo, ansiosamente, carinhosamente: “Luciano! Meu filho!…” E escutava longo tempo por trás nas cercas, no aceiro dos matos, à entrada dos terreiros das fazendas, nos desertos e nos povoados, onde quer que a levasse a sua dolorosa esperança. Aquela figura miserável, toda feita num gesto indagador, com a mão abrigando os olhos, à espreita, ou levantando o xale que lhe encobria a cabeça de cabelos hirtos, para ouvir melhor a resposta ideal, aquela encarnação de um desejo sempre iludido enturvava o esplendor do mais radioso meio-dia.

-

Em: Flor do Lácio,[antologia]  Cleófano Lopes de Oliveira, São Paulo, Saraiva: 1964; 7ª edição. (Explicação de textos e Guia de Composição Literária para uso dos cursos normais e secundário), p. 99





Imagem de leitura — Elisabeth Jerichau-Baumann

23 04 2014

-

-

Elisabeth Jerichau-Baumann ( EUA) Era uma vez,Hans Christian Anderson lendo para as crianças, 1862

Elisabeth Jerichau-Baumann (Polônia, 1819- Dinamarca, 1881)

óleo sobre tela

 





Hoje é dia de feira: frutas e legumes frescos

23 04 2014

-

-

Paulo Pedro Leal (1894-1967)Cesto de frutasÓleo sobre madeira31 x 50 cmFrutas, s.d.

Paulo Pedro Luis (Brasil, 1894-1967)

óleo sobre madeira, 31 x 50 cm





São Jorge, feriado no Rio de Janeiro, porque já trabalhamos demais!

23 04 2014

-

-

Ernesto de Fiori, São Jorge e o Dragão, ost, 1943-44, Pinacoteca do Estado de SPSão Jorge, 1944

Ernesto de Fiori (Itália, 1884 — Brasil, 1945)

óleo sobre tela

Pinacoteca do Estado de São Paulo





Minuto de sabedoria — Lin Yutang

23 04 2014

-

-

Tea-Time-by-Emilio-Sala-y-FrancesTea Time by Emilio Sala y Frances.Hora do chá

Emilio Sala y Frances (Espanha, 1850-1910)

óleo sobre tela, 56 x 39 cm

Coleção Particular

-

“Há alguma coisa na natureza do chá que nos leva a um mundo de contemplação silenciosa da vida.”

-

Lin Yutang

200px-Linyutang





Os sapatinhos, poesia infantil de Walter Nieble de Freitas

22 04 2014

-

-

sapateiroIlustração de livro escolar britânico da década de 1950. Veja.

 

-

Os sapatinhos

-

Walter Nieble de Freitas

-

Sapateiro, bate sola,

Bate sola, sem parar,

Faze já os sapatinhos

Para o “seu” doutor calçar.

-

Bate sola, martelinho,

Vamos, pois, bem trabalhar:

São três horas e às quatro

“Seu” doutor vai-se casar.

-

Bate sola, martelinho,

Bate sola sem cessar:

“Seu” doutor é a pessoa

Mais ilustre do lugar!

-

Quando à noite “seu” doutor

Com a noiva for dançar:

– Que lindíssimos sapatos!

Toda gente vai falar.

-

-

Em: Barquinhos de Papel: poesias infantis, Walter Nieble de Freitas, São Paulo, Difusora Cultural:1961, pp. 45-46ç

-

-

NB: Agradeço ao blog Tú Lisa, yo Conda, a referência à ilustração usada nesta postagem.

 








Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.857 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: