Flores para um sábado perfeito!

25 10 2014

 

 

Yvone Visconti,Flores, 21 x 14 cm – OSMFlores

Yvonne Visconti (Brasil, 1901-1965)

óleo sobre madeira, 21 x 14 cm





Na boca do povo: escolha de provérbio popular

25 10 2014
Ventania Paige KeiserIlustração Paige Keiser.

 

 

“Amigo de bom tempo, muda com o vento.”

 





Rio de Janeiro a caminho dos 450 anos!

24 10 2014

 

 

 

FERNANDO CORRÊA E CASTRO (1933) - Jardim Botânico-RJ, ost, 55 X 38. Assinado no c.i.d.Jardim Botânico, RJ

Fernando Corrêa e Castro (Brasil, 1933)

óleo sobre tela, 55 x 38 cm





Imagem de leitura — Loui Jover

24 10 2014

 

 

ilustración de Loui JoverLeitura

Loui Jover (Austrália, contemporâneo)

técnica mista, sobre papel





Trova da esperança

23 10 2014

 

beijinho, agnes richardsonCartão postal, Agnes Richardson (Inglaterra, 1885-1951)

 

No desejo de pescar

um pouquinho de esperança,

eu espero conquistar

um beijinho de lembrança…

 

(Olivaldo Júnior)

 

 





Hoje é dia de feira: frutas e legumes frescos

22 10 2014

 

 

 

???????????????????????????????Maracujás, carambolas e tamarindos

Florêncio [José Carlos dos Santos] (Brasil, 1947)

óleo sobre tela, 40 x 50 cm

 





Vaso chinês, soneto de Alberto de Oliveira

22 10 2014

 

 

 

 

porcelain collector 868A colecionadora de porcelanas, 1868

Alfred Stevens (Bélgica, 1823-1906)

óleo sobre tela, 71 x 45 cm

North Carolina Museum of Art

 

 

Vaso Chinês

 

Alberto de Oliveira

 

 

Estranho mimo aquele vaso! Vi-o,

Casualmente, uma vez, de um perfumado

Contador sobre o mármor luzidio,

Entre um leque e o começo de um bordado.

 

Fino artista chinês, enamorado,

Nele pusera o coração doentio

Em rubras flores de um sutil lavrado,

Na tinta ardente, de um calor sombrio.

 

Mas, talvez por contraste à desventura,

Quem o sabe?… de um velho mandarim

Também lá estava a singular figura.

 

Que arte em pintá-la! A gente acaso vendo-a,

Sentia um não sei quê com aquele chim

De olhos cortados à feição de amêndoa.

 

Em: Nossos Clássicos: Alberto de Oliveira, poesia, Rio de Janeiro, Agir: 1959, p. 24








Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.442 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: